10 mitos e verdades sobre renda fixa

mitos e verdades sobre renda fixa

Tesouro Direto, CDB, LCI, LCA, RDB e LC são exemplos de investimentos em renda fixa. Muitos investidores gostam dessas opções porque são seguras e rentáveis. É uma ótima alternativa para quem é conservador ou procura investir a reserva de emergência, por exemplo. No post de hoje, eu vou te contar 10 mitos e verdades sobre renda fixa! Está imperdível 😉

mitos e verdades sobre renda fixa

1. A poupança é o investimento mais seguro que existe

MITO

O brasileiro ama deixar o dinheiro na poupança. “É prático e seguro, né?” é a justificativa da maioria das pessoas. Não há como negar que a poupança é segura, mas, diferente do que você pensa, NÃO é o investimento mais seguro que existe. Os títulos do Tesouro Direto são emitidos pelo próprio governo federal (entidade mais poderosa do país) e, por isso, são investimentos mais seguros que a poupança.

2. É preciso de muito dinheiro para encontrar boas rentabilidades

MITO

Não é preciso ser nenhum milionário para começar a investir. Se eu te disser que existem aplicações financeiras a partir de R$ 1,00, você acredita? Sim, você leu certo! Dá para investir com UM REAL. E a melhor parte é que são rentabilidades muito boas. A mesma rentabilidade oferecida para um investidor com R$ 1 milhão é oferecida para quem tem R$ 100,00, por exemplo. É possível ganhar dinheiro investindo pouco.

3. Existem diferentes opções de títulos do governo federal

VERDADE

Tesouro Direto é um nome muito conhecido no mundo dos investimentos brasileiros. Aposto que você já ouviu alguém falando “Eu investi no Tesouro!”, estou certa? Mas a verdade é que o Tesouro Direto é um programa de investimentos do Tesouro Nacional (governo federal) e você não investe NO Tesouro e sim NOS TÍTULOS do Tesouro. Existem cinco: Tesouro IPCA, Tesouro IPCA com juros semestrais, Tesouro Prefixado, Tesouro Prefixado com juros semestrais e Tesouro SELIC.

4. Se o banco quebrar, eu posso receber meu dinheiro de volta

VERDADE

Os investimentos em renda fixa privada costumam ser muito seguros por causa do Fundo Garantidor de Créditos (FGC). É uma entidade que garante investimentos de até R$ 250 mil por grupo financeiro e R$ 1 milhão por CPF. Isso significa que, se o banco (ou a financeira) quebrar, você recebe todo o seu dinheiro de volta. Alguns investimentos que possuem a garantia do FGC: CDBs, LCIs, LCAs, LCs, RDBs e etc. Ou seja, dá para investir sem medo 😉

5. É melhor investir em renda fixa de bancos pequenos

VERDADE

Aposto que o gerente do seu banco já te ofereceu dezenas de investimentos e talvez você até tenha aceitado algumas ofertas. Mas a verdade é que os bancos grandes possuem péssimas taxas de rentabilidade! Como os bancos médios e pequenos precisam captar mais clientes, eles oferecem rentabilidades maiores para chamar a atenção. Por isso, aplique seu dinheiro em instituições menores para render mais.

6. O gerente do banco é a melhor pessoa para cuidar do meu dinheiro

MITO

Muitas pessoas acreditam em tudo que o gerente do banco fala. Afinal, ele é o especialista, né? Infelizmente, não é bem assim. O gerente, por mais que tenha boas intenções, está ali trabalhando para ganhar comissões. Isso significa que ele pode acabar investindo seu dinheiro em produtos que não são adequados para você. É importante que você fique sempre atento e saiba que a melhor pessoa para cuidar do seu dinheiro é VOCÊ e mais ninguém.

7. Em alguns investimentos, é possível resgatar o dinheiro a qualquer momento

VERDADE

Que atire a primeira pedra quem nunca ouviu (ou disse) a seguinte frase: “Eu não quero investir porque quero ter acesso a meu dinheiro a qualquer momento. Por isso, deixo na poupança”. Engana-se quem pensa que isso é um benefício somente da poupança! Existem outros investimento que permitem esse resgate a qualquer momento, é a chamada liquidez diária. Alguns CDBs e o Tesouro SELIC são exemplos de investimentos com essa característica.

8. A alíquota do Imposto de Renda é uma porcentagem fixa que deve ser paga todo mês

MITO

A tributação do Imposto de Renda (IR) é sempre uma questão importante nos investimentos. Em renda fixa, a porcentagem não é fixa, depende do período. Seguindo a tabela regressiva, quanto mais tempo você deixa o dinheiro investido, menos IR você precisa pagar. E essa cobrança não é feita mensalmente ou anualmente, ela é cobrada sempre no dia do resgate da aplicação. Vale lembrar que a alíquota é sempre sobre o rendimento e nunca sobre o valor total.

9. Preciso ser um expert para começar a investir

MITO

Sabe aquele tio experiente em mercado financeiro que gosta de te colocar medo? Não acredite nele! Para começar a investir, não é necessário ser um expert e ter todo o conhecimento do mundo. Com poucas informações, você consegue sair da poupança e fazer sua primeira aplicação. Aos poucos, a experiência vai chegando e você vai se aventurando em outros investimentos.

10. É possível perder dinheiro no Tesouro Direto

VERDADE

Poucas pessoas sabem que é possível perder dinheiro em renda fixa. No caso do Tesouro Direto, por exemplo, é o investimento mais seguro do Brasil, mas você precisa tomar cuidado para não cair na “pegadinha” da liquidez. No Tesouro Direto, você pode resgatar o seu dinheiro em qualquer momento antes do vencimento, mas os valores de venda dos títulos são atualizados diariamente. Se você resgatar o dinheiro antes do prazo, vai receber o correspondente ao dia de retirada. Se, nesse dia, o valor de venda for menor do que o valor que você tinha estabelecido, você perde dinheiro.


Você já conhecia esses mitos e verdades sobre renda fixa? Acreditava em algum mito? Deixe sua opinião e experiência aqui embaixo nos comentários! 😉