Ações da Occam para 2021: quais são as queridinhas?

77

Dessa vez, o Bernardo conversou com o Duda Rocha, CEO e gestor de investimentos da Occam Brasil. A seguir, confira alguns pontos do bate papo, e descubra quais as expectativas do Duda para 2021!

Sobre 2020

Duda compartilha a opinião geral do mercado financeiro sobre os aprendizados de 2020. Segundo ele, o ano passado foi desafiador e exigiu muita humildade e resiliência por parte de investidores e gestores. Nas suas palavras, “é fácil ganhar dinheiro em condições favoráveis. O diferencial ocorre mesmo em anos como 2020, que exigem muito mais do mercado financeiro”.

Por isso, Duda ressalta a importância de ter um profissional para auxiliar nos primeiros passos dos investidores. Além do apoio e transparência nas informações, é importante também oferecer educação financeira, para que o investidor desenvolva segurança e conquiste autonomia para aprender a escolher e acompanhar o seu portfólio.

E o que esperar de 2021?

Duda destaca que, desde 2019, há dois grandes temas em pauta no mundo.

Um deles é a tecnologia, que continua presente e está impulsionando o crescimento da economia no mundo todo. As transformações tecnológicas, segundo ele, estão transformando a produção mundial, e isso gera baixa inflação nos mercados como um todo.

O outro tema é o cenário mundial de juros baixos. Na sua visão, a expectativa é de que essas duas variáveis continuem influenciando os próximos anos.

A combinação entre tecnologia avançada e juros baixos é muito boa para um ambiente de investimentos e alocação em ativos de risco. Além disso, segundo a Occam, a partir desse ano o mundo deverá entrar em um crescimento sincronizado, com a retomada da economia fortemente atingida pela pandemia.

Crises sanitárias e a economia mundial

Rocha faz uma análise sobre como as crises sanitárias impactam a economia mundial. Para isso, dá o exemplo da gripe espanhola nos anos 20. Na época, a pandemia foi sucedida por um longo período de expansão da economia que, embora tenha culminado na Grande Depressão, gerou grande desenvolvimento por muitos anos.

ESG

Segundo Duda, uma das fragilidades do mercado brasileiro é a falta de padrões ESG, quando comparado a outros mercados mundiais. Isso acaba por afastar uma grande massa de investidores, ainda que o real esteja desvalorizado. O gestor acredita que esse problema ainda perdure algum tempo no Brasil.

Neste artigo, saiba mais sobre fundos ESG. 

Possível ciclo de commodities

Rocha acredita que, com a China liderando o crescimento mundial, é possível que o mercado viva um ciclo aquecido de commodities em 2021. Ele ainda dá o exemplo de 2008, quando o Brasil viveu esse ciclo e foi favorecido pelo boom das commodities.

Saiba mais sobre a importância das commodities na economia mundial.

Para saber sobre as principais preocupações da Occam em relação a 2021 e sobre as apostas de investimentos para esse ano, assista na íntegra a entrevista abaixo:

Gostou do vídeo, Yubber? Acompanhe nossas redes e fique por dentro dos principais assuntos sobre o mercado financeiro! 

Instagram: @yubbinvestimentos / Twitter: @yubb_invest / Youtube: Yubb / Telegram > Clique aqui para entrar no grupo