xenical no rx canadianrxonpharmacy.com/buy-xenical-online/
Inicio Já Invisto Ações Como começar a investir em ações em 2020
Stack of money coin with trading graph. financial investment concept use for background.

Como começar a investir em ações em 2020

É oficial “Adeus ano velho, feliz ano novo!”, 2020 chegou e tem tudo para ser um ótimo ano, mas ele só vai ser diferente de 2019 se você se propor a torná-lo diferente. Então, se na sua listinha de metas estava “começar a investir” e você não cumpriu, tudo bem, águas passadas. Mas neste ano, bora tornar essa meta realidade? Neste post, eu vou te mostrar como começar a investir em ações.

O que você precisa saber para começar a investir em ações:

  1. O que é uma ação;
  2. O que é o Ibovespa;
  3. Tipos de ações; 
  4. Tipos de empresas;
  5. Quais são as ações listadas na Bolsa;
  6. Como funciona a variação de uma ação;
  7. O que são dividendos;
  8. Qual corretora escolher;
  9. O que é um home broker
  10. Quais são as taxas cobradas para poder investir;
  11. O que você deve considerar na hora de escolher uma ação;
  12. Estude!
  13. Como investir; 

1. O que é uma ação

Ações são frações de uma empresa que são negociadas na bolsa de valores. Ao comprar uma ação, você automaticamente se torna acionista da empresa. 

É importante você saber que, as ações oscilam muito de preço, uma ação pode começar a semana a R$ 15,00 e terminar em R$ 27,00 (o processo inverso também pode acontecer). 

Por isso, muitos investidores optam pela prática do Buy and Hold, que assim como a tradução do nome (Comprar e Segurar) tem como propósito pensar no longo prazo.

Ou seja, você compra uma ação hoje, mas não para vendê-la amanhã. A intenção é segurá-la até que tenha valorizado a ponto de valer a pena vendê-la. 

Então, não se desespere se ao comprar uma ação hoje, o preço dela despencar no dia seguinte: pense no longo prazo. 

Outro ponto que você precisa saber é que não é apenas a valorização da ação que é levada em conta na hora de investir, mas sim, algo muito importante para quem sonha em viver de renda: dividendos. No tópico 7 te falo um pouco mais sobre eles 😉 

2. O que é o Ibovespa;

O Ibovespa é o principal indicador de desempenho da Bolsa de Valores. “Como assim indicador de desempenho, desempenho do quê?” Bem, centenas de empresas são negociadas na Bolsa todos os dias, certo? E claro que algumas empresas mais do que outras.

As empresas mais negociadas compõem o que chamamos de “Carteira Teórica do Ibovespa”. Atualmente, aproximadamente 70 instituições fazem parte desta carteira. Para chegar na pontuação do Ibovespa, é feito uma média do desempenho das ações que fazem parte da Carteira Teórica do Ibovespa. 

Por isso que, quando você ouve no jornal “O Ibovespa subiu”, isso quer dizer que as maiores empresas negociadas na bolsa tiveram um desempenho bom naquele dia. Ibovespa é o termômetro do mercado financeiro.

3. Tipos de ações

Quando você começar a investir em ações, vai perceber que existem algumas diferenças na sigla, que é o chamado TICKER, que é o nome da ação.

Por exemplo, existem as ações da Petrobras que terminam com 3 e outras que terminam em 4. E existem até ações de outras empresas que terminam com 11, mas por quê?

Bem, esses números existem para diferenciar as ações ordinárias, preferenciais e Units.

Ordinária (ON): são ações em que o investidor tem o direito de votar em assembleias da empresa em que está investindo. Afinal, ao comprar uma ação, você automaticamente está se tornando acionista daquela companhia. Quanto mais ações você tiver, maior será sua participação na tomada de decisões. Estas ações terminam com o dígito 3. 

Preferencial (PN): são ações em que o investidor tem preferência no recebimento de dividendos. Ou seja, ao adquirir essa ação, você irá receber os dividendos antes dos outros investidores e um valor maior. Essas ações terminam com dígito 4.

Units: ação que unem ações ordinárias e preferenciais em um grupo só. Essas ações terminam com dígito 11.

Se você quiser saber um pouco mais sobre os diferentes tipos de ações, temos um post completo aqui no blog que fala sobre ações preferenciais e ordinárias.

4. Tipos de empresas;

Blue chips: são empresas consolidadas no mercado, as líderes do ramo em que atuam. As blue chips possuem maior número de negociações na bolsa, ou seja, possuem maior liquidez. Além disso, são companhias que possuem maior valor de mercado. 

Normalmente, estas empresas são boas pagadoras de dividendos, o que as torna ainda mais atrativas. E, na maioria das vezes, são empresas que estão há mais tempo na bolsa.

Exemplos de blue chips: Petrobras (PETR4); Ambev (ABEV3); Itaú Unibanco (ITUB4); Banco do Brasil (BBAS3).

Small caps: são empresas que o valor de mercado é menor quando comparado ao de empresas do mesmo ramo, que são consideradas de grande porte. E como você deve ter imaginado, ao contrário das blue chips, as small caps possuem menor volume de negociações na bolsa. 

Lembra que lá em cima eu te falei sobre a carteira teórica do Ibovespa? Então, uma das características das small caps é não fazer parte desta carteira.

Por que eu investiria em uma empresa que não é gigante no ramo dela?”. Acho que se você já chegou até aqui, entende que o mercado de ações é como um jogo de apostas, certo? Você nunca sabe ao certo se determinada aplicação terá bons rendimentos, mas você tem um palpite.

Investir em small caps funciona dessa forma, você investe em uma empresa que não é tão grande hoje, apostando que no futuro ela terá bons rendimentos. E se isso acontecer, uma ação que você comprou que não tinha um valor exorbitante na época, poderá ter em alguns anos. Essa é a jogada de mestre!

Exemplos de small caps: Banco Inter (BIDI11); Marisa (AMAR3); SINQIA (SQIA3);

5. Quais são as ações listadas na Bolsa;

Atualmente, existem mais de 300 empresas listadas na bolsa de valores, além das ações estrangeiras que são negociadas indiretamente através de fundos, como os ETFs. 

Para que uma empresa esteja listada na Bolsa, é necessário que ela faça um IPO (Initial Public Offering), ou seja, uma oferta pública inicial.

Esse momento é quando uma empresa passa a ter capital aberto e qualquer pessoa que tenha uma conta em corretora consegue comprar ações da companhia e se tornar acionista. 

Se quiser saber quais são as empresas listadas na bolsa, acesse o site da B3 clicando aqui.

6. Como funciona a variação de uma ação;

O mercado de ações é considerado arriscado justamente por causa da variação no valor das ações.

A oscilação de preços durante um dia pode ser grande, dependendo da situação atual da empresa e se algo exterior a afetou de alguma forma.

Então, uma ação pode começar o dia valendo muito e de repente despencar, assim como o inverso também pode acontecer (ou nada acontecer).

Para você entender a cotação de uma ação, vou te mostrar de uma forma bem simples. Abra uma nova aba no seu navegador e digite o TICKER de uma ação, vamos colocar MGLU3 como exemplo. 

A tela abaixo é a que aparece, no momento do print era 16h26 do dia 09/01/2020.

Agora esse é o print que tirei às 17h22 do mesmo dia. Em pouco tempo o valor da ação já alterou, apenas alguns centavos, mas que já fazem diferença. 

Se você olhou a imagem e não entendeu o que está exposto, vou te explicar.

A primeira coisa que aparece é o nome da empresa, neste caso Magazine Luiza, embaixo do nome tem o TICKER da ação: MGLU3.

Na linha seguinte temos o valor da ação, que é de R$ 51,91 (no horário em que tirei o print).

Ao lado, em verde, aparece a variação em relação ao dia anterior que é de R$ 1,62 e a variação em porcentagem, nesse caso ela teve um aumento de 3,22% até o momento.

7. O que são dividendos;

Dividendos são partes do lucro de uma instituição que são divididos entre os acionistas. Isso significa que, ao comprar a ação de uma determinada empresa, mesmo que seja apenas um ativo, você já estará recebendo os dividendos. 

O valor que você irá receber, irá depender de quantas ações você possui da empresa.

Cada instituição segue um cronograma de distribuição, algumas distribuem mensalmente, outras trimestralmente, outras semestralmente e ainda há aquelas que distribuem os dividendos apenas uma vez ao ano.

Lembrando que os dividendos só são distribuídos se houver lucro na empresa. Se houver prejuízo, infelizmente, você não receberá nada.

Quer começar a investir em ações mas ainda está perdido? Temos um curso gratuito que vai te ajudar com esse primeiro passo:

8. Qual corretora escolher;

Atualmente, existem mais de 80 instituições financeiras autorizadas a atuar na bolsa de valores do Brasil (B3), por isso, a gente entende que não seja uma tarefa tão fácil escolher uma para começar a investir. 

Mas existem alguns passos que você pode seguir para encontrar a melhor corretora para seu propósito, como: verificar se a instituição financeira possui uma boa reputação no mercado e checar como funciona seu serviço de atendimento, se está de acordo com o que você precisa. 

Uma boa forma de fazer isso é através do Guia de Corretoras do Yubb, onde investidores deixam uma nota e comentários sobre a experiência que tiveram com a corretora. 

“Mas como vou saber qual é a melhor, se não tenho conta em nenhuma?” Primeiro, você pode ler os comentários do nosso Guia e, é claro, você pode pesquisar as taxas de cada corretora. 

No caso de ações, o seu investimento estará custodiado na B3 e não na corretora. Portanto, você não precisa se preocupar tanto com o “risco” daquela corretora.

É claro que ninguém quer correr riscos à toa e é sempre importante buscar a reputação da instituição, mas as suas ações estarão seguras custodiadas na B3.

Dica: busque corretoras com taxa zero. A Clear e o Inter, por exemplo, são ótimas plataformas gratuitas para compra e venda de ações. Como você está começando agora, nada de perder dinheiro com taxas abusivas.

9. O que é um home broker;

O home broker é uma plataforma online, disponibilizada pelas instituições financeiras, para que o investidor faça suas negociações na bolsa de valores. Cada home broker tem visual e plataformas operacionais diferentes. 

As principais funções disponíveis em um home broker são:

  • Ver a cotação em tempo real;
  • Comprar e vender ativos;
  • Acompanhar os pedidos de ordens;
  • Acompanhar o rendimento da carteira;
  • Consultar o saldo disponível.

Tudo o que tem além disso são os diferenciais de cada home broker, como: análises, gráficos, box de notícias, entre outros.

Se você está pensando “Como vou saber o que cada home broker disponibiliza se não tenho a conta na corretora?”, temos uma boa notícia para você: não é cobrado nenhum valor para abrir conta em uma instituição financeira.

Portanto, você pode abrir quantas contas quiser, até encontrar uma corretora e um home broker que sirva para o seu propósito! =)

E melhor ainda! Temos uma série de vídeos que analisa os home brokers das corretoras e te mostra quais são as vantagens e desvantagens de cada um. Clique aqui e assista! 

10. Quais são as taxas cobradas para investir;

Custódia: pode ser realizada por corretoras ou outras instituições, para guardar um ativo. Essa taxa surgiu porque, há alguns anos, as ações na bolsa eram negociadas por meio de papéis, no entanto, atualmente tudo é feito por meio digital. 

Mas ainda existe essa taxa em caso de investimentos púbicos, como o do Tesouro Direto, a B3 cobra uma taxa de custódia de 0,25% ao ano, para oferecer esse tipo de investimento.

Corretagem: é uma taxa que a corretora cobra do investidor para fazer as operações. O valor pode ser fixo, ou percentual. (Lembra da dica de cima, hein! Busque corretoras com taxa zero!)

Imposto de Renda: em caso de operações como day trade (compra e venda no mesmo dia) o IR é cobrado em cima de 20% do seu lucro. E se você operar como swing trade (compra e venda em dias diferentes) o IR é cobrado em cima de 15% sobre o lucro. Mas a boa notícia é: há isenção de IR em vendas de até R$ 20 mil por mês.

Emolumentos: cobranças que a B3 faz para operacionalizar todos os investimentos que ela disponibiliza. Um exemplo é a taxa de liquidação, que é quando você compra e vende ativos. Essas taxas juntas, não somam um valor muito alto, mesmo assim, é bom você saber o que está sendo cobrado na hora de investir. 

Obs: como eu disse, existem corretoras que não cobram as taxas de custódia e corretagem, na hora de escolher a instituição financeira que você usará para investir, fique atento a isso. Pois, se as taxas forem altas, ao investir valores baixos, os custos serão maiores que sua rentabilidade, consequentemente, você perderá dinheiro.

11. O que você deve considerar na hora de escolher uma ação;

A dica principal neste caso é: não busque a melhor ação, mas sim, a melhor empresa. Existem “n” fatores que você pode considerar na hora de escolher a ação em que vai investir. 

  • Se está em queda ou em alta;
  • Como está a situação da empresa em relação ao mercado;
  • Quanto aquela ação irá lhe render de dividendos;
  • Seu foco é curto ou longo prazo;

A escolha quem vai fazer é você, o que posso te dizer é: analise os fundamentos da empresa antes de tomar grandes decisões.

Como fazer isso? Bem, as informações sobre a empresa estão disponíveis para qualquer pessoa que queira consultá-las. 

Há um site que cada empresa disponibiliza para os investidores que têm interesse em serem acionistas. Para achar esses sites, basta digitar o nome da empresa no google e a sigla RI, que significa Relação com Investidor. 

Neste site, você vai encontrar tudo o que precisa saber sobre a empresa, como: relatório anual, calendário de eventos, apresentação, contato, entre outros.

É importante que, se você pretende fazer grandes aportes, estude os relatórios disponibilizados pela empresa no site e, é claro, seus indicadores.

Fizemos uma LIVE completa falando sobre quais indicadores você deve analisar na hora de escolher uma ação como ROIC e dividend yield. Vale a pena assistir:

12. Estude

O primeiro passo você já deu, que é ler este post. E apesar de eu estar te mostrando aqui os pontos principais que você precisa levar em consideração antes de investir, existe uma quantidade imensurável de material sobre o assunto nos livros e na internet. 

Por isso, familiarize-se com alguns dos princípios básicos do mercado. Ler livros de finanças comportamentais é uma boa forma de começar.

Em nosso instagram (@yubb_invest), temos posts sobre os melhores livros para quem investe, e entre eles existem alguns sobre esse assunto, é legal dar uma olhada lá! 🙂 

Outra forma, é acessando regularmente sites sobre o assunto, seja sites de notícias, de casas de análises ou blogs (como o nosso aqui do Yubb).

Sempre importante lembrar que o investimento mais rentável que você pode fazer é na sua educação. 

 13. Como começar a investir em ações

Agora que você já chegou até aqui, já sabe exatamente o que levar em consideração na hora de investir. É hora de abrir o home broker e fazer a festa! 

Alguns pontos importantes que você precisa saber antes de investir, as ações são vendidas em lotes de 100 ativos, se você quiser comprar apenas 1 ação ou menos que 100, digite a letra F após o TICKER (sigla da ação), exemplo: PETR4F

Se você for comprar 100 ações, ou mais, pode digitar o TICKER normal: PETR4.

Criei um passo a passo bem simples para você comprar a sua primeira ação:

Escolha a corretora > abra a conta > aguarde o e-mail de confirmação > faça uma transferência da sua conta bancária para a conta da corretora em que você irá fazer as operações > escolha as ações em que irá investir > adicione os ativos (ações) na sua cesta > verifique o valor da ação no momento > escolha quantos ativos irá comprar > digite sua chave de verificação e voilà! 

Dicas Extras:

  • Comece aos poucos para se acostumar com a volatilidade do mercado e ter tempo para estudar sobre cada empresa e descobrir como funciona o modelo de negócios. No início, invista apenas uma pequena quantia do seu salário.
  • Diversifique. Claro que, no começo, essa não é a prioridade, como mencionei, é legal você investir aos poucos. Mas, com o tempo, a diversificação se tornará importante porque diversificar reduz o risco de você perder seu dinheiro. Afinal, como você tem aportes em vários tipos de aplicações, se uma não der certo, tudo bem, seu dinheiro não está todo ali. Além disso, diversificar também ajuda seu patrimônio a crescer com segurança. Na hora de você formar sua carteira, você pode colocar ações, fundos, e até investimentos em renda fixa. =) 
  • E a dica de ouro: invista logo que você receber seu salário, para não correr o risco de gastar um dinheiro que poderia estar trabalhando para você!

Agora que você já sabe o essencial sobre como investir em ações, bora começar e transformar sua meta em realidade?! Eu acredito no seu potencial =) 

Se você tiver ficado com qualquer dúvida sobre como começar a investir, manda aqui nos comentários, vou adorar te ajudar!

http://