Como declarar fundos no imposto de renda

Chegou a hora de declarar os seus investimentos no imposto de renda, mas você nem sabe por onde começar. Calma! No post de hoje, vou te ensinar como declarar fundos no imposto de renda.

O que fazer?

Antes de falarmos especificamente sobre fundos de investimento, você precisa saber como fazer a sua Declaração. Vamos ao passo a passo:

Passo 1: Entre no site da Receita e baixe o software. No computador, é necessário baixar o programa e o Java atualizado. No celular, você só precisa fazer o download do aplicativo. 

Observe que o aplicativo é bem simples e de fácil visualização. As categorias são todas separadas para que o usuário tenha maior facilidade em preencher.

Passo 2: Separe os documentos que serão solicitados na declaração: 

  • RG
  • CPF
  • Título de eleitor
  • Carteira de Trabalho (PIS;PASEP)
  • Extratos bancários
  • Comprovantes da mensalidade da faculdade
  • Comprovante das movimentações (investimentos que fez em 2019)
  • Informe de rendimento dos seus investimentos

Passo 3: comece a preencher =)

Como declarar fundos no imposto de renda

A tributação dos fundos de investimento é diferente de todas as outras. Existem duas maneiras de defini-las:

  • fundos de curto prazo: aqueles em que os ativos na carteira vencem em menos de 365 dias;
  • fundos de longo prazo: aqueles em que os ativos vencem após 365 dias (a maioria dos fundos disponíveis no mercado).

O investidor paga o imposto de renda desses fundos em dois momentos: quando for resgatar e uma vez a cada seis meses.

A alíquota é a mesma que para os investimentos de renda fixa privada, seguindo a tabela regressiva:

Tenha em mãos o informe de rendimentos que você consegue com o administrador do fundo. Para declarar os fundos de investimento, é só seguir os passos:

  • Passo 1: na opção “Rendimentos” selecione “Rendimentos de aplicações sujeitas à tributação exclusiva/definitiva”.

Digite o CNPJ da sua instituição financeira e declare o valor disponibilizado no informe de rendimentos.

  • Passo 2: clique em “Bens e Direitos” e escolha o código de acordo com o fundo que você comprou:

Código 71: Fundos de curto prazo; Código 72: Fundos de longo prazo; Código 73: Fundos imobiliários; Código 74: Fundos de ações e ETFs.

Preencha qual era o valor investido em 31/12/2018 e depois o valor final investido em 31/12/2019. 

Na discriminação, informe a instituição responsável pelo fundo, o nome do fundo e quantas cotas você possui.

Pronto, agora é só repetir a operação para cada fundo em que você investe.

Se tiver qualquer dúvida, é só deixar um comentário aqui embaixo =)