Como declarar renda fixa no imposto de renda

Chegou a hora de declarar os seus investimentos no imposto de renda, mas você nem sabe por onde começar. Calma! No post de hoje, vou te ensinar como declarar renda fixa no imposto de renda.

O que fazer?

Antes de falarmos especificamente sobre renda fixa, você precisa saber como fazer a sua Declaração. Vamos ao passo a passo:

Passo 1: Entre no site da Receita e baixe o software. No computador, é necessário baixar o programa e o Java atualizado. No celular, você só precisa fazer o download do aplicativo. 

Observe que o aplicativo é bem simples e de fácil visualização. As categorias são todas separadas para que o usuário tenha maior facilidade em preencher.

Passo 2: Separe os documentos que serão solicitados na declaração: 

  • RG
  • CPF
  • Título de eleitor
  • Carteira de Trabalho (PIS;PASEP)
  • Extratos bancários
  • Comprovantes da mensalidade da faculdade
  • Comprovante das movimentações (investimentos que fez em 2019)
  • Informe de rendimento dos seus investimentos

Passo 3: comece a preencher =)

Como declarar renda fixa no imposto de renda

Como citei antes, é cobrado imposto de renda na maior parte dos investimentos de renda fixa, mas a cobrança é feita pela própria instituição financeira no vencimento do ativo.

No entanto, o investidor sempre precisará declarar seus investimentos, mesmo que sejam isentos de impostos. Como é o caso das LCIs e LCAs. 

CDB, RDB e LCs

A tributação de CDBs, RDBs e LCs segue a tabela regressiva e a corretora responsável por custodiar o título irá recolher o imposto e repassar para o governo.

Como você pode perceber pela tabela, quanto maior for o tempo de investimento, menor será a alíquota do imposto de renda.

Para registrar seus investimentos em renda fixa privada, tenha em mãos os informes de rendimento disponibilizados pela sua corretora.

  • Passo 1: selecione a opção “Bens e Direitos”, e digite o código “45 – aplicações de renda fixa”
  • Digite o CNPJ da sua instituição financeira. Informe o valor que você tinha no título em 31/12/2018 e depois o valor final investido até 31/12/2019.

Na discriminação, informe o tipo de aplicação que você realizou.

  • Passo 2: é hora de informar os rendimentos. Acesse a aba Rendimentos e escolha a opção “Rendimentos de aplicações financeiras”. No computador é o código 06.

Preencha todos os dados, assim como no primeiro passo: CNPJ e nome da instituição. Mas dessa vez, coloque o valor total que você teve de rendimento com o investimento.

O que muda na hora de declarar investimentos que são isentos de IR?

LCI, LCA, CRI, CRA e poupança

O primeiro passo é igual para as aplicações isentas de IR, mas, no segundo passo, o caminho é diferente:

  • Passo 2: escolha a opção “Rendimentos”, e na aba seguinte selecione “Isentos e Não tributáveis”. No aplicativo selecione a opção “Rendimentos caderneta de poupança e outros”, no computador escolha o código 12. 

Agora você já sabe, é só preencher os dados e o valor dos rendimentos.

Se tiver qualquer dúvida, é só deixar um comentário aqui embaixo =)