Como investir em prata

141

Em cenários de crise ou instabilidade, todo mundo procura fontes mais confiáveis para investir seu dinheiro. Uma delas são os ativos relacionados aos metais preciosos.

Esse é um dos motivos que explicam a valorização do ouro e da prata em 2020. Mas você sabe como investir nesse tipo de ativo?

Recentemente, nós te explicamos como investir em ouro. Hoje vamos falar sobre um outro metal: a prata, que só neste ano teve uma valorização de mais de 50% do preço (maior até que o ouro)

Embora esse aumento possa estar relacionado à procura de reserva de valor em tempos de crise, muitos especialistas não consideram a prata como um ativo desse tipo. Isso porque o mercado que negocia esse tipo de metal é muito menor e mais sensível às volatilidades.

Em comparação, o valor da prata é 72 vezes menor e a produção é nove vezes maior do que a do ouro. Além disso, cerca de metade do que é produzido vai para a indústria (do ouro é bem menor).

Isso porque a prata é um metal que tem ótima condução elétrica, e isso é muito aproveitado pelas empresas de tecnologia e de novas fontes energéticas.

Ou seja, por conta das suas propriedades físicas, a prata tem características que vão além da sua existência enquanto metal – podendo valorizar também por meio do desenvolvimento industrial e projetos de sustentabilidade energética.

Com todas essas vantagens, como investir em prata?

Diferente do ouro, não existem contratos futuros negociados em valores de prata na B3. Mas atualmente, há quatro possibilidades de ter seus ativos influenciados pelo valor da prata:

1 – Compra física das barras por meio de corretoras especializadas. A operação é a mais cara de todas, pois envolve altas taxas e cobranças de serviços como segurança e logística.

2 – Existem fundos de investimento que aplicam parte do patrimônio em derivativos que estão atrelados ao valor da prata.

3 – Certificado de Operação Estruturada (COE): compra desse tipo de ativo em corretoras que expõem esses papéis aos valores desse metal.

4- ETFs no exterior: esta última requer uma conta em corretora no exterior, mas possibilita o acesso a dois tipos de ativos SLV (iShares Silver Trust) e o SIL (Global X Silver Miners). O primeiro está relacionado ao valor desse metal precioso e o segundo acompanha os principais índices das mineradoras de prata. Ou seja, a valorização pode acontecer não só pelo metal, mas também por meio das empresas que trabalham com a prata.

No vídeo, a gente explica melhor sobre como investir em prata, com dicas de corretoras e outros detalhes sobre o assunto:

Gostou do vídeo, Yubber? Acompanhe nossas redes e fique por dentro dos principais assuntos sobre o mercado financeiro! 

Instagram: @yubbinvestimentos / Twitter: @yubb_invest / Youtube: Yubb / Telegram > Clique aqui para entrar no grupo

Artigo anterior4 maneiras de investir em ouro
Próximo artigoQual é a melhor corretora de investimentos?
O Yubb é um buscador de investimentos online e gratuito que tem o objetivo de te ajudar a ganhar mais dinheiro.