Conheça 4 vantagens para investir em ETFs

0
39
vantagens das etfs

Já pensou em investir na Bolsa de Valores? As ETFs (Exchange Traded Funds ou Fundo de Índice) podem ser uma ótima opção para quem busca investir em ações, mas com menor custo. Afinal, essa é a forma mais simples e barata de investir e ter ganhos bem parecidos com a variação do Ibovespa.

Vale ressaltar também que, ao investir em ações, você se torna automaticamente um sócio de grandes empresas no mercado, sem nem precisar ter um grande conhecimento de mercado e sem aplicar valores exageradamente altos.

Como no mundo dos investimentos é importante avaliar os lados positivos e negativos dos ativos, aqui neste texto vamos te contar todas as vantagens e desvantagens das ETFs.

Assim, você pode avaliar se esta opção vale a pena para a sua carteira de investimentos a partir de seus objetivos e perfil de investidor.

vantagens para investir em ETFs

Vantagens das ETFs

Para saber quais as melhores opções de ativos para sua carteira, é importante sempre pesar todos os seus pontos positivos para que faça a melhor escolha. Separamos os principais para você:

  • Diversificação

Quando você investe em ETF, está aplicando em um pacote completo de ações, ou seja,, quando você compra uma ETF, você está na verdade comprando um pacote com dezenas ou centenas de ações.

Isso além de poder investir com pouco dinheiro e ter ganhos bem parecidos com a variação do Ibovespa.

O objetivo da diversificação é diluir todos os riscos que seus investimentos podem correr e sempre balancear sua carteira. Ou seja, se você possuir ativos bem diversificados, os riscos de perdas serão muito menores do que aplicar em uma única opção de investimento.

Através do ato da diversificação, você pode aproveitar bem todos os momentos de alta do mercado de ações, além de minimizar os períodos de incertezas e oscilações. E, com isso, pode conseguir maior rentabilidade.

  • Custo baixo

Uma característica muito atraente das ETFs é o custo baixo. Entre os fundos de investimentos, não é possível encontrar uma opção onde a taxa de administração esteja em torno de 0,059%.

Por isso, se você tiver interesse em investir em uma carteira de ações diversificada, essa será uma das formas mais baratas de se fazer isso.

  • Dividendos automaticamente reinvestidos

Se um de seus objetivos t for investir a longo prazo obtendo bons resultados, os dividendos podem te auxiliar neste caminho.

Os dividendos são os lucros recebidos pelas empresas que você investe e são revertidos a todos os acionistas por suas participações – no caso das ações, é a remuneração do seu investimento.

No mundo das ETFs, esses dividendos são automaticamente reinvestidos em novas ações, assim você não se preocupa em ter que acompanhar sempre que ocorrer algum evento sobre suas ações. Isso vai manter seus rendimentos em constante evolução.

  • Aderência

A aderência representa quanto os seus resultados estão próximos do índice de referência (benchmarks) que a ETF se propôs a seguir. Como as ETFs possuem custos muito baixos, é possível chegar sempre muito próximo dos seus índices de referência.

Se você estiver buscando investir em ações que sigam a média do mercado, de forma diversificada e que tragam bons rendimentos para a sua carteira, as ETFs podem ser uma ótima saída.

É importante sempre conhecer seus investimentos por completo, para identificar se realmente faz parte dos seus objetivos traçados e do seu perfil de investidor. Por isso é válido saber um pouco sobre as desvantagens também. Veja a seguir

Desvantagens das ETFs

  • Não possuir isenção de IR

No mercado de ações há uma grande vantagem: até R$ 20 mil vendidos/resgatados, o investidor é isento da cobrança do Imposto de Renda. Entretanto, no caso das ETFs isso não se aplica, porque não são propriamente ações e sim fundos de investimentos.

Por isso, sofrem incidência de IR para qualquer valor vendido com lucro. Ou seja, se você investir por exemplo R$ 1.000,00 e no momento da retirada tiver R$ 1.500,00 acumulado você pagará IR sobre estes R$ 500,00 “a mais” que você recebeu.

Caso tivesse investido diretamente em uma ação, neste mesmo exemplo, você não pagaria IR sobre nenhum dos valores (R$ 1.000,00 ou R$ 500,00).

  • Não produz renda passiva

Sabe o que contamos sobre o reinvestimento automático dos dividendos? Muitas pessoas que buscam acumular mais recursos a longo prazo utilizam aquela opção como forma de renda extra.

Entretanto, com as ETFs não é possível viver disso, ou seja, retirar este valor de forma periódica, porque eles acabam se tornando novas aplicações em sua carteira de investimentos e é o próprio fundo que faz isso.

Mas caso você tenha interesse em obter uma renda passiva entre os seus investimentos, entre tantas opções, os fundos imobiliários podem ser uma boa alternativa.

Conclusão

Como vimos, todo investidor que estiver buscando uma forma de aplicar na bolsa de valores pode considerar as ETFs como uma boa oportunidade.

Até mesmo investidores que buscam aplicar seu dinheiro na bolsa com menos riscos por conta da diversificação e custo baixo, essa pode ser uma ótima saída.

Mas vale ressaltar que tudo depende do seus objetivos traçados e do seu perfil de investidor, para que possa identificar a melhor opção para sua carteira de investimentos. Afinal, boas escolhas resultam em retornos positivos para você e suas aplicações.

Mais Retorno

Mais Retorno é uma fintech que tem como objetivo informar, ensinar e desmistificar o mundo dos investimentos e finanças pessoais para investidores de todos os níveis, com isenção e uma linguagem divertida, interessante, prática e acessível.

 

As opiniões expostas neste artigo são baseadas na visão do autor e não necessariamente refletem o entendimento do Yubb.