Expectativas para 2021: dicas de diversificação – com André Massaro

70

Você deve estar acompanhando a nossa série exclusiva de “melhores investimentos para 2021”, certo? Então, confira esse papo imperdível que o Bernardo teve com o André Massaro, e saiba quais as expectativas do professor e educador financeiro para este ano!

Expectativas para 2021

André acredita que, em que pese a rápida recuperação do mercado de renda variável no final do ano passado, os reais efeitos da pandemia na economia serão sentidos a partir desse ano. Em suas palavras, “agora é que veremos a poeira descer, e saberemos o que o mercado nos reserva”.

No entanto, uma coisa é certa segundo Massaro: mesmo que os juros voltem a subir, não haverá mais muita alternativa fora da renda variável. Isso porque, caso ocorra um aumento agressivo dos juros hoje, ainda assim ficaríamos muito distante da realidade de tempos atrás. “As viúvas da renda fixa continuarão viúvas por bastante tempo ainda”, conclui o educador financeiro.

O investidor brasileiro precisa rever alguns conceitos

Massaro chama atenção para a dicotomia do investidor brasileiro (ou renda fixa, ou renda variável), e alerta que é hora de mudar esse padrão.

Em outras palavras: um investidor com perfil conservador pode sim investir em renda variável. Isso porque a definição de perfis conservadores, moderados e agressivos está mais ligada ao percentual alocado em cada uma das duas famílias de investimentos do que às modalidades em si. Ou seja, dá para ser conservador dentro da renda variável, só que, para isso, o investidor precisará de mais conhecimento para saber diversificar a carteira.

A importância da diversificação

Não é nenhuma novidade a importância da diversificação nos investimentos. No entanto, 2020 deixou isso ainda mais evidente.

Segundo André, um dos grandes aprendizados do ano passado foi que não existe nenhum setor totalmente blindado a crises. O ano passado derrubou vários mitos de segmentos e investimentos infalíveis, e mostrou que problemas globais afetam a economia como um todo. Por isso, a importância da diversificação ganhou ainda mais força.

Internacionalização dos investimentos no Brasil

Massaro destaca também a internacionalização dos investimentos no mercado brasileiro, que tomou força em 2020. Seja por meio de BDRs ou abrindo uma conta em corretoras lá fora, o fato é que o investidor brasileiro vive outra realidade hoje, mais sofisticada e globalizada. E essa quantidade de opções é muito importante para a carteira.

André é um entusiasta dos Exchange Traded Funds (ETFs). Segundo ele, ter uma carteira com fundos de índices de diversos mercados internacionais é uma boa alternativa de diversificação para o longo prazo. Como vimos, não existem ativos blindados ou estratégias infalíveis. Mas, pelo fato de replicarem índices de diversos mercados, os ETFs internacionais acabam sendo eficientes para ajudar a mitigar o risco da carteira

Neste artigo, conheça alguns ETFs que investem no mercado norte americano

E quanto aos melhores investimentos para 2021, o que diz Massaro?

Acesse o link, e veja na íntegra o bate papo que rolou aqui no Yubb!

Gostou do vídeo, Yubber? Acompanhe nossas redes e fique por dentro dos principais assuntos sobre o mercado financeiro! 

Instagram: @yubbinvestimentos / Twitter: @yubb_invest / Youtube: Yubb / Telegram > Clique aqui para entrar no grupo