Quem é a Comissão de Valores Mobiliários (CVM)?

1733
quem é a CVM?

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) é uma das organizações mais importantes do sistema financeiro brasileiro. A maioria das pessoas sabem que a sua função é fiscalizar as instituições, mas ela realiza muitas outras atividades.

A CVM foi criada em 1976 após uma grande crise que aconteceu na bolsa de valores em em 1971. Nessa crise, muitas famílias perderam o dinheiro nessas aplicações e, com o intuito de proteger o investidor, o governo decidiu criar uma Comissão brasileira.

O grande objetivo era fiscalizar as instituições financeiras e até mesmo puni-las quando desrespeitarem alguma regra imposta. Até hoje, a CVM cumpre essa função e, além de proteger o investidor, também impulsiona a disseminação da educação financeira no país.

Não são todos os investimentos que são regulados pela Comissão. Valores Mobiliários é uma definição instrumental que serve para delimitar a área da atuação da CVM. No início, apenas ações e debêntures eram consideradas Valores Mobiliários, mas, hoje, a atuação da organização já está em derivativos, ações, debêntures, fundos de investimento e contratos coletivos como crowdfunding.

Para a #SemanaENEF2018, o Yubb esteve na instituição com José Alexandre Vasco, superintendente de proteção ao investidor, e gravamos o papo para você. Somos o primeiro canal de YouTube que entrou no prédio da CVM! Confira o resultado:

Gostou do conteúdo? Inscreva-se no canal do Yubb, compartilhe o vídeo com os seus amigos e também ative as notificações para não perder nenhum vídeo novo.

Spoiler: teremos mais dois vídeos super interessantes com a Comissão de Valores Mobiliários. Fique ligado para não perder nada!

Entendeu as funções da CVM? Se tiver alguma dúvida ou comentário, é só deixar aqui embaixo =)