erectafil online
Inicio Já Invisto Ações Guia para investir em small caps

Guia para investir em small caps

As small caps têm atraído cada vez mais os olhares dos investidores, isso porque essas empresas possuem grande potencial de valorização e têm demonstrados nos últimos anos rendimentos altos. Pensando nisso, preparamos um guia para investir em small caps para que você não fique de fora dessa!

Dá uma olhada no que eu vou falar:

1.  O que é small cap
2. Índice small cap da Bolsa de Valores
3. Diferença entre small cap e Blue Chip
4. Características para observar em small caps
5. As melhores small caps para 2020
6. Guia para investir em small caps

1. O que são small caps

Existem diversas interpretações para o que é uma small cap. Alguns investidores e analistas definem small caps como empresas que possuem menor valor de mercado quando comparadas a outras do mesmo meio. 

Neste casos, é considerado que a companhia tenha um valor de mercado entre US$ 300 milhões e US$ 2 bilhões. Mas é bom que você saiba que isso não é uma regra, até porque existem empresas que podem ser consideradas small caps, mas possuem maior capitalização.

Mas como eu sei o valor de uma empresa?

É só pegar o preço da ação, e multiplicar pelo número de papéis disponíveis para negociação. Simples, né?

Em uma rápida busca na internet, você encontra o valor de mercado de qualquer empresa que está negociada na bolsa.

As small caps são consideradas, por alguns investidores, como empresas de segunda ou terceira linha. Mas essa é uma visão equivocada, pois podem ser muito mais rentáveis que as blue chips, por exemplo, que são empresas com maior valor de mercado e volume de negociações.

Um exemplo? Olha só as small caps que tiveram as maiores valorizações de 2019:

Mas, além do valor do mercado, existem dois tipos de empresas que podem ser consideradas small caps:

– Empresas novas, que não são líderes em seu nicho;

– Empresas que possuem mais tempo no mercado, mas que se encontram em setores menores e que podem, ou  não, serem destaques no mercado em que atuam. Alguns exemplos: Banco Inter, MRV engenharia e a companhia Gol. 

2. Índice small cap da bolsa de valores  

O Índice small caps funciona da mesma forma que o Índice Ibovespa, ele é um indicador de desempenho das small caps que fazem parte da carteira teórica

Alguns dos critérios que o Índice (SMLL) da Bolsa de Valores considera para classificar uma empresa como small cap, são:

  • “A empresa precisa estar entre os ativos que, em ordem decrescente, estejam classificados fora da lista dos que representam 85% do valor de mercado de todas as empresas listadas no mercado a vista (lote-padrão) da Bolsa.” (fonte: B3)

Bora traduzir isso? 

Imagine todas as empresas listadas na bolsa em ordem de mais negociadas, para menos negociadas. Imaginou? Agora pense que x empresas compõe 85% de todo valor negociado no dia. 

As empresas que estão entre os 15% das que menos possuem participação na negociação, podem ser consideradas small caps para entrar (ou não) no índice SMLL.

  • Ter presença em pregão de 95% (noventa e cinco por cento) no período de vigência das 3 (três) carteiras anteriores.
  • Não ser classificado como “Penny Stock”. Ou seja, o ativo da empresa não pode ter valor inferior a R$ 1,00.

Estou te mostrando alguns do critérios da Bolsa, para que você tenha uma noção do que são small caps e talvez usar esses critérios para classificar as empresas em que você investe. 

Atualmente, o índice small caps contém aproximadamente 78 empresas, mas existem muitas mais no mercado, viu?

3. Diferença entre small caps e Blue Chips

Essa parte é bem simples. Se as small caps são, por um lado, as empresas menos negociadas da Bolsa, as blue chips são justamente o contrário. Sendo assim, as mais negociadas. 

Estas empresas movimentam rios de dinheiro (bilhões) todos os dias na Bolsa. Por diversas razões: serem gigantes em seu ramo, mais sólidas, ou possuírem maior faturamento.

Normalmente, são consideradas blue chips as empresas que possuem mais de US$ 10 bilhões em valor de mercado.

Alguns investidores investem apenas em blue chips por considerarem serem empresas de “menos risco”. 

Isso porque, por terem mais tempo no mercado, as blue chips já possuem um histórico, assim é possível identificar se a empresa é resistente em períodos de crise, por exemplo.

Alguns exemplos de blue chips: Petrobras, Itaú e Ambev.

4. Características para observar em small caps

Para você não sair adoidado por aí comprando small caps, você precisa antes analisar com cuidado a empresa. E ter noção dos riscos e vantagens. 

Algumas características que você precisa saber:

  • Menos liquidez: as small caps não possuem tanta liquidez quanto empresas grandes. Isso significa que elas não são tão negociadas na Bolsa. Por isso, dependendo da companhia, pode não ser tão fácil comprar ou vender um papel.
  • Mais volatilidade: por não possuírem tantas ações disponíveis e menos negociações, as small caps podem ter uma volatilidade muito grande. Para ficar mais claro: pense que uma empresa que é pouco negociada, de repente chama a atenção de um investidor, e ele decide aplicar muito dinheiro nessa empresa. Se ela possuía pouca movimentação, e alguém decide injetar muito dinheiro, o que acontece com a ação? Isso aí que você pensou. Sobe. E a mesma coisa pode acontecer em um caso contrário, na venda do ativo.
  • Possível potencial de crescimento: considerando que toda grande empresa um dia já foi pequena, podemos seguir essa linha de raciocínio com as small caps. Se você investir em uma small cap hoje e, em 10 anos, ela se tornar grande em seu setor, você irá lucrar muito mais, do que os investidores que só decidirem investir na empresa depois que estiver grande.
  • Risco: nada é perfeito, né? As small caps são muito mais arriscadas do que as blue chips. Como eu disse no item anterior, a empresa pode prosperar e você vai ganhar muito dinheiro no futuro. Mas o contrário também pode acontecer. Por ser uma empresa menor e, normalmente, com menos tempo de mercado, investir em uma small cap é algo arriscado. Se algo acontecer com aquela empresa, você pode perder seu dinheiro.

Importante lembrar que não existe regra! Analise caso a caso antes de investir. Minha dica sempre é: invista em empresas que você conhece e confia..

5. As melhores small caps para 2020

Não existe uma fórmula mágica para saber quais small caps vão deslanchar, mas os analistas possuem maior facilidade para saber em quais empresas é bom ficar de olho.

Através de dados sobre a instituição, eles conseguem identificar se há ou não potencial de crescimento para aquela empresa. 

O analista Max Bohm, da Empiricus, comentou que vê 2020 com muito otimismo para as small caps. O Yubb gravou um vídeo com ele sobre o assunto e fiz um resuminho para você com as melhores sugestões.

“Acho que estamos em um momento muito favorável para investimento em ações. Acho que a economia está combinando alguns fatores em variáveis muito positivas, que têm tudo para os investidores ganharem dinheiro na bolsa ano que vem.”, diz Bohm.

Segundo ele, diversos fatores estão colaborando para o crescimento das empresas: “Estamos enxergando um crescimento de lucros para as empresas ano que vem, porque com uma taxa de juros mais barata, as despesas financeiras das empresas sofrem uma redução. A confiança dos consumidores e empresariado aumentou, e inflação está controlada”.

E o analista complementou: “Vemos menos despesa financeira e alavancagem operacional contribuindo positivamente para o lucro das empresas subirem e isso tem um impacto nas ações, porque significa mais lucro, mais dividendos e mais valorizações das ações.”.

Algumas small caps que ele acredita que sejam boas apostas para 2020:

  • Sinqia (SQIA3): “A companhia está pronta para alçar voos maiores. Ela acabou de fazer uma oferta em que captou mais de R$ 300 milhões e ela vai usar esses recursos para aquisição de empresas. Ou seja, ela vai consolidar o mercado de software para o setor financeiro e com isso ela pode dobrar de faturamento em dois anos.”
  • Lopes (LPSB3): “Lopes se beneficia do primeiro estágio dessa volta do setor, que é dos lançamentos (do edifício). A receita da Lopes vem nos lançamentos. Ela não depende dos ciclos ou das vendas serem completas. Nos primeiros seis meses de lançamento, ela já consegue a receita dela. Vejo um 2020 bem interessante para a Lopes.”
  • SLC Agrícola (SLCE3): “Uma companhia que destoa das demais do Brasil. Presa muito por produtividade e eficiência. Ela produz principalmente algodão e soja, e tem uma pequena produção de milho. O momento do ciclo favorece a empresa, e ela está muito preparada para vender mais. Sem falar que ela é uma boa pagadora de dividendos.”

Além disso, ele deu a dica de quais setores você deve observar em 2020:

  • Setor Financeiro e de Tecnologia
  • Construção Civil
  • Agronegócio 

Veja o vídeo completo:

6. Guia para investir em small caps

Agora que você já sabe tudo sobre small caps e suas características, fiz um passo a passo para te ajudar a investir.

Passo 1: Abra conta em uma corretora. Esse passo provavelmente é um dos mais simples. Basta você escolher uma instituição (cuidado com as taxas!) e abrir a conta através do site na internet. Em 3 minutos, você consegue fazer a abertura de conta e em poucas horas já receberá a confirmação por e-mail.

Passo 2: Escolha a small cap em que irá investir. É importante lembrar que você nunca deve investir em uma empresa baseado na opinião de pessoas que deram sorte ou não entendem do assunto. Leve em consideração os fundamentos da empresa. O setor em que ela atua, sua missão e valores. Como o mercado está recebendo empresas do mesmo ramo. Entre outras questões. 

Ah, importante lembrar! Você pode investir em small caps através de ETFs e fundos também, hein? Se não quiser investir apenas na ação, você também tem essas opções.

Passo 3: Transfira um valor inicial de quanto você vai querer investir. Lembrando que small caps, são empresas que possuem ações normais na Bolsa, como qualquer outra companhia. Isso significa que você pode tanto comprar um lote de ações (100 papéis), como uma fração (de 1 a 99). Nessa segunda opção,é só digitar um F na frente do nome da ação (ticker). 

Passo 4: Pronto, jovem yubber. Agora é hora de investir!

Quer saber mais sobre renda variável? Nós temos um curso gratuito que pode te ajudar!

Espero que esse texto tenha te ajudado de alguma forma e tenha tirado suas dúvidas sobre o que são small caps. Se tiver ficado com alguma dúvida, manda aqui nos comentários. Vou adorar ajudar! =)

https://