Investimentos da Bettina Rudolph: qual é a sua carteira?

63

Continuando a nossa incrível série “melhores investimentos para 2021”, dessa vez o Bernardo conservou com a Bettina Rudolph sócia e analista da Empiricus Investimentos. A seguir, veja qual a opinião da Bettina sobre as melhores oportunidades para o ano, e conheça a sua carteira de investimentos. Continue a leitura!

Onde a Bettina está investindo?

Bettina diz que, sempre que ela escuta essa pergunta, faz questão de deixar claro que o principal sempre é a alocação de portfólio. Isso significa dar importância à diversificação da carteira, que, no caso dela, é formada por mais de 20 classes de ativos.

Outros entrevistados da nossa série também já falaram sobre a importância que essa diversificação teve na crise que começou no ano passado. E com a Bettina, isso não foi diferente. Em suas palavras “a diferença entre o remédio e o veneno está na dosagem”. Ou seja, o segredo para a rentabilidade é saber escolher e, principalmente, distribuir bem os ativos da carteira.

Criptomoedas

Para 2021, um dos investimentos nos quais Bettina acredita são as criptomoedas. Para ela, durante a pandemia, que foi uma situação totalmente fora de precedentes, foi importante ter um ativo totalmente descorrelacionado das variáveis conhecidas. Nesse sentido, quem tinha criptomoedas conseguiu alguma blindagem dos efeitos dos juros baixos e da inflação causada pela enxurrada de dinheiro no mercado que começou no ano passado.

Bettina afirma ainda que, de uma certa forma, passou a enxergar as criptomoedas como uma espécie de proteção. Neste artigo, saiba mais a respeito

No entanto, é necessário tomar muito cuidado com a volatilidade desse ativo. Por isso, a analista aconselha parcimônia na alocação da carteira nesse ativo. Segundo ela, o ideal para um investidor mais conservador seria de 1% a 3% do total dos investimentos.

Outro ponto que Bettina destaca é a diversificação dentro das criptomoedas. Muitas vezes, o investidor lembra somente do bitcoin como alternativa desses ativos, mas existem outras menores e com mais espaço para valorização.

Clique aqui e conheça outros tipos de criptomoedas. 

Mas eu não entendo nada sobre criptomoedas! Mesmo assim, será que eu posso investir?

Bettina confessa que entende muito pouco sobre criptomoedas. Porém, uma das grandes dicas que ela deu na entrevista foi sobre o mito de precisar entender sobre o ativo para poder investir.

Para ela, o fato de você não conhecer bem ou não entender como funciona um investimento não pode impedi-lo de diversificar a sua carteira. Se esse é o seu caso, ou seja, se você não entende muito ou não tem tempo para acompanhar os seus investimentos, procure um fundo de investimento. Isso porque uma das funções dos fundos de investimento é justamente dar segurança ao investidor por meio de um gestor profissional.

Além disso, ao investir em um fundo, a responsabilidade pelo acompanhamento do desempenho dos ativos é inteiramente do gestor. É por meio de um fundo que ela investe em criptomoedas.

Neste artigo, saiba mais sobre investir sozinho ou por meio de um fundo de investimento.

Além das criptomoedas, o que mais tem na carteira da Bettina Rudolph?

Quer saber no que mais a Bettina investe? Acesse a entrevista no link abaixo e saiba tudo sobre a sua carteira! E, no final, saiba o que você precisa fazer para receber GRATUITAMENTE o e-book com os melhores momentos dessa série!

Gostou do vídeo, Yubber? Acompanhe nossas redes e fique por dentro dos principais assuntos sobre o mercado financeiro! 

Instagram: @yubbinvestimentos / Twitter: @yubb_invest / Youtube: Yubb / Telegram > Clique aqui para entrar no grupo