Onde investir de acordo com o seu perfil de risco?

3
89
Qual é o seu perfil de risco?

Qual é o seu perfil de risco na hora de investir? Essa é uma pergunta muito importante se você pretende ganhar dinheiro com aplicações financeiras. Afinal, não adianta colocar o dinheiro em investimentos que não têm nada a ver com você, certo? Neste post, a gente vai te ajudar a definir isso!

Muitas frustrações poderiam ser evitadas se todos soubessem exatamente qual é o seu perfil-investidor. Na hora de escolher uma aplicação, não adianta nada olhar somente a rentabilidade. Diversos fatores precisam ser analisados (temos um texto bem legal sobre isso!) e, acima de tudo, você precisa saber qual é o seu perfil de risco.

No mundo dos investimentos, o individualismo é muito importante. Ninguém é igual a ninguém e o que deu certo para um pode não dar certo para o outro. Conversar com amigos e familiares é super bacana, mas seguir os conselhos à risca não é uma boa ideia. Os perfis das pessoas são diferentes e cada caso é um caso. Por isso, é essencial saber a SUA história, os SEUS objetivos, o SEU bolso e o SEU perfil.

A partir do momento da descoberta sobre quem é você como investidor, é muito mais simples ver o cardápio de investimentos disponíveis e escolher a melhor opção.

Não dá para generalizar, mas os investidores são divididos em três grupos: conservadores, moderados e arrojados. A gente vai te mostrar quem são essas pessoas e quais investimentos são adequados para cada perfil de risco. No final, um bônus sobre diversificação de portfólio 😉 Vamos lá!

Qual é o seu perfil de risco?

1. Conservador

O primeiro na lista de perfis é o conservador. Para ele, a prioridade é sempre conservar o poder de compra do seu dinheiro, ou seja, ficar sempre acima da inflação. Esse investidor aceita receber menos rendimento se isso significar que o seu dinheiro está seguro.

No geral, os conservadores são pessoas que estão começando a investir ou que têm objetivos financeiros no curto ou médio prazo (afinal, não dá para perder um dinheiro que você vai precisar dali a alguns meses, né?).

Como saber se eu sou conservador?

  • Você fica desesperado só de pensar em perder dinheiro?
  • Tem aversão a risco?
  • Está começando a investir agora?
  • Checa a sua conta bancária todos os dias?
  • Não está familiarizado com diferentes investimentos?
  • Está investindo para o curto ou médio prazo?
  • Fica aflito se a rentabilidade da aplicação caiu?

Se você respondeu SIM para uma, duas ou todas essas perguntas, você é um investidor conservador!

Opções de investimento para o investidor conservador:

  • Tesouro Direto
  • Fundos de renda fixa
  • Fundos DI
  • Renda fixa privada garantida pelo FGC:
    • CDB (Certificados de Depósito Bancário)
    • LCI/LCA (Letras de Crédito Imobiliário e do Agronegócio)
    • RDB (Recibos de Depósito Bancário)
    • LC (Letras de Câmbio)

2. Moderado

Aqui é o investidor que está “em cima do muro”, mas não no sentido negativo, ok? Sem ressentimentos (hehe)! Essa pessoa não é tão conservadora, mas também não é 100% arrojada. Entende que os riscos são necessários para ter uma rentabilidade maior, mas não gosta de assumir tanto assim.

Esse investidor gosta de diversificar bem os seus investimentos, ou seja, uma parte vai para renda fixa e fundos conservadores, enquanto outra parte vai para renda variável e fundos mais arriscados.

Normalmente, são pessoas que já investem há um tempo, mas não se sentem confortáveis de arriscar muito. Podem ser investidores que possuem objetivos financeiros no curto prazo, mas também outros no longo prazo e, por isso, diversificam. Assim, a principal palavra seguida pelo investidor moderado é “diversificar”!

Como saber se eu sou moderado?

  • Você aceitaria um pouco de risco para ganhar mais?
  • Começou a investir há um tempo, mas não se sente tão seguro?
  • Gosta de diversificar seu portfólio de investimentos?
  • Não se desespera quando a rentabilidade cai, mas fica de olho?
  • Gostaria de entender mais sobre risco, assim, conseguir usá-lo a seu favor e ter mais rendimentos?
  • Têm objetivos de curto, médio e longo prazo?

Se você respondeu SIM para uma, duas ou todas essas perguntas, você é um investidor moderado!

Opções de investimento para o investidor moderado:

  • Investimentos conservadores (que a gente citou no item #1)
  • Fundos multimercados
  • Debêntures
  • Fundos de ações

3. Arrojado/agressivo

O investidor arrojado também pode ser agressivo e ele tem muito apetite para risco! A prioridade dessa pessoa é a rentabilidade “a qualquer custo”. Ou seja, mesmo se ela perder dinheiro, vai entender que isso é a volatilidade do mercado e que, no futuro, pode ganhar bem mais.

Geralmente, o arrojado é um investidor experiente que entende as oscilações do mercado e usa isso a seu favor para ganhar ainda mais dinheiro. Como ele prioriza rentabilidade e retorno, não se importa em investir em ativos sem nenhuma garantia já que a rentabilidade é o seu foco.

Como saber se eu sou arrojado?

  • Prioriza a rentabilidade acima de tudo?
  • Tem apetite para o risco?
  • Entende que, nos investimentos, é normal a rentabilidade cair?
  • É um investidor experiente?
  • Usa o risco a seu favor para ganhar mais?
  • Já perdeu dinheiro alguma vez e não se desesperou?

Se você respondeu SIM para uma, duas ou todas essas perguntas, você é um investidor arrojado!

Opções de investimento para o investidor arrojado:

  • Ações da bolsa de valores
  • Fundos multimercados
  • Derivativos
  • Debêntures
  • COE
  • Criptomoedas

 

Vale dizer que ser conservador, arrojado ou moderado não te define como melhor ou pior. É interessante entender os “níveis” de investimento e não tem problema nenhum ser conservador a vida toda, por exemplo! Como também não tem problema começar a investir e logo se tornar agressivo.

O importante é entender que esses rótulos são necessários na hora de entender se aquele investimento “serve” para você. Mas também é muito importante saber diversificar a carteira para ter diferentes tipos de aplicação e, no final, ter a melhor rentabilidade para o seu perfil de risco.

 

Já descobriu qual é o seu perfil de risco? Onde você investe (ou vai investir) o seu dinheiro? Deixe aqui embaixo nos comentários!

3 COMENTÁRIOS

Comments are closed.