É seguro investir em renda fixa?

0
93
é seguro investir em renda fixa?

Apesar de a poupança ser o investimento mais popular do Brasil, alguns investidores estão percebendo que o dinheiro guardado nesta conta não tem conseguido alcançar bons resultados e buscam opções para investir em renda fixa.

Diante disso, muitos procuram por investimentos que proporcionam um melhor rendimento,  mas com a mesma segurança que a poupança. Uma boa opção seriam alguns investimentos em renda fixa que podem ser adquiridos através de uma corretora de valores ou diretamente dos bancos.

O que é renda fixa?

Renda fixa é uma modalidade de investimento que pode ser entendida como um empréstimo, no qual o investidor empresta dinheiro a uma instituição e em troca, recebe o valor de volta, acrescido dos juros. Dessa forma, essa instituição interessada em captar os recursos no mercado, emite um documento (título) onde se compromete a devolver o dinheiro pago acrescido da rentabilidade em uma data preestabelecida.

Um dos fatores que leva o investidor brasileiro a escolher uma aplicação em renda fixa é sua segurança. Muitos desses títulos possuem a garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) e outros são emitidos pelo próprio governo, o que também oferece segurança para o dinheiro do investidor.

é seguro investir em renda fixa?

A segurança nos investimentos em renda fixa

A segurança nos investimentos é um ponto bastante importante para a maioria dos investidores, porque nem todo mundo está disposto a correr grandes riscos.

Confira a seguir os fatores que tornam os investimentos em renda fixa mais seguros:                                                                                                                                                                                                                                            

Fundo Garantidor de Créditos (FGC)

O Fundo Garantidor de Créditos é um “porto seguro” para pessoas físicas ou jurídicas e o paraíso para quem quer investir em renda fixa. Essa instituição privada sem fins lucrativos garante um valor máximo de até R$ 1 milhão por CPF ou CNPJ, no intervalo de 4 anos, separado em títulos de até R$ 250 mil por instituição. Neste valor garantido está incluído tanto o valor investido quanto o rendimento do período.

Isto é, se algo acontecer com o banco ou instituição que emitiu o seu título e ele ficar incapaz de honrar seus deveres, ou seja, pagar seus rendimentos, o FGC entra na história e protege o investidor.

O FGC também possui a garantia especial que assegura o valor máximo de até R$20.000.000,00 (vinte milhões de reais), considerando também o valor investido e os juros. Mas esta garantia especial é utilizada apenas para a aplicação DPGE – Depósito a Prazo com Garantia Especial.

Supondo que o investimento foi realizado em uma conta conjunta, então o valor garantido passa a ser limitado por conta e o valor ressarcido é dividido entre os titulares. Isto é válido tanto para a garantia simples, quanto na garantia especial.

Veja a seguir alguns dos investimentos em renda fixa que são assegurados pelo FGC:

a) CDB – Certificado de Depósito Bancário

O CDB é um dos investimentos mais conhecidos do mercado para quem quer investir em renda fixa. Esses títulos são emitidos por bancos com o objetivo de financiar suas próprias atividades. Em troca, o investidor recebe seu dinheiro de volta, acrescido dos juros, no prazo combinado.

Existem 3 tipos de títulos do CDB: prefixado, pós-fixados e híbridos.

  • Prefixado: Para esses títulos, o valor a ser resgatado ao final do investimento é estabelecido no momento da compra.
  • Pós-Fixado: Já neste tipo de título, a remuneração é atrelada a um indexador da economia, que em muitos casos é o CDI.
  • Híbrido: Esses títulos possuem um percentual fixo somado à variação de um indexador econômico

b) LC – Letra de Câmbio

A Letra de Câmbio, assim como o CDB, são oferecidas pelas instituições como sociedades de crédito, financiamento e investimento. Quando se adquire uma LC, você está “emprestando” dinheiro para a instituição emissora do título. Em troca, você vai receber o dinheiro acrescido de juros e correção monetária.

Igual ao CDB, a Letra de câmbio também possui 3 tipos de títulos: prefixada, pós-fixada e híbridas. O interessante é sempre o investidor verificar qual o melhor título para o seu perfil e objetivo financeiro.

c) LCI e LCA – Letra de Crédito Imobiliário e Letra de Crédito do Agronegócio

A Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e a Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) são investimentos emitidos por bancos e distribuídos pelos próprios bancos ou corretoras. Quando você compra uma Letra de Crédito, está emprestando dinheiro para a instituição financeira utilizá-lo em financiamentos no ramo de imóveis (LCI) ou do agronegócio (LCA).

O que chama bastante atenção nas Letras de Crédito é a sua isenção de Imposto de Renda para pessoas físicas. No entanto, não é interessante utilizar esta vantagem como único fator decisório na escolha do investimento.

2. Títulos emitidos pelo próprio governo

O Tesouro Direto é um programa de investimentos extremamente seguro e de baixíssimo custo. Ele oferece rentabilidades maiores que a poupança, e alguns investidores buscam por esta opção devido a sua segurança, lucro, liquidez e simplicidade.

Assim como os bancos e outras instituições, o governo também precisa de formas de financiar suas atividades e, uma delas, é pela emissão de títulos públicos. Então, basicamente, o investidor que realizar a compra desses títulos estará emprestando dinheiro para o governo, recebendo em troca o capital inicial acrescido de juros.

Os títulos do Tesouro também são considerados os investimentos de menor risco, uma vez que é o governo que se torna devedor direto de quem investiu nesta aplicação. Isso significa que essa relação é bastante segura, pois a chance de existir um calote é muito baixa. Esses títulos podem ser uma boa opção para quem quer investir em renda fixa, nesse caso, pública.

 

Para conseguir bons resultados no mercado financeiro, o investidor precisa ter em mente a estratégia que deseja traçar para conquistar seus objetivos. Além disso, conhecer as opções disponíveis no mercado contribui para fazer boas escolhas.

Portanto, não deixe que o medo e o comodismo atrapalhem na concretização de suas metas. Você pode contar com ajuda de profissionais no mercado que possuem uma vasta bagagem e que podem te ajudar a encontrar a melhor aplicação para a sua carteira de investimentos.

 

Gostou de entender mais sobre a segurança desses investimentos? Já investiu ou pretende investir em renda fixa? Deixe sua opinião aqui nos comentários!

 

 

Toro Investimentos

A Toro é a primeira fintech do Brasil a lançar sua própria corretora de valores. Tem o objetivo de oferecer uma experiência digital de investimentos simples, prática e acessível.

 

As opiniões expostas neste artigo são baseadas na visão do autor e não necessariamente refletem o entendimento do Yubb.