Dicas para investir no Tesouro Direto

381
como investir no Tesouro Direto

Você, com certeza, já ouviu falar no programa de investimentos do governo federal. É o Tesouro Direto! Por ser muito seguro e ter uma boa rentabilidade, é uma ótima opção para quem está começando a investir ou procurando uma aplicação conservadora (simples e com pouco risco).

O Tesouro Direto é o primeiro passo para quem está saindo da poupança. É a porta de entrada no mundo dos investimentos. A partir do momento que você abre conta em uma corretora para investir no Tesouro, você é apresentado a novas possibilidades.  Isso faz com que você se interesse para investir cada vez mais.

Quem sai da poupança, normalmente procura o Tesouro SELIC – que é o mais simples entre os títulos públicos. Também existe o Tesouro IPCA, indicado para quem quer investir a longo prazo e quer ficar sempre acima da inflação. E o Tesouro prefixado, uma boa opção dependendo da situação econômica do país.

Diferente da poupança, o Tesouro Direto tem rentabilidade diária. Graças ao “aniversário da poupança”, o rendimento só vem de mês em mês enquanto, nos títulos públicos, o rendimento vem diariamente. Agora não tem mais motivo para você não investir, né?

O Eduardo Vilela, do canal Pobres Milionários, esteve em São Paulo com o Yubb para conversarmos sobre as características dos títulos públicos. Quer ver esse vídeo recheado de dicas? PLAY!

Não esqueça de se inscrever no canal do Yubb, compartilhar esse vídeo com os seus amigos e ativar as notificações para não perder nada!

Vai sair da poupança e investir no Tesouro Direto? Se tiver qualquer dúvida, comentário ou sugestão, é só deixar aqui embaixo =)