Melhores ações para 2022 (com Bea Aguillar)

266

Quais são as ações nas quais a Bea Aguillar, analista CNPI e criadora do canal Papo de Bolsa, está de olho para 2022?

Neste bate papo, ela conta para o Bernardo quais as suas expectativas para a bolsa brasileira e, também, para as ações internacionais. Continue a leitura para saber mais sobre essa excelente conversa!

Melhores ações para 2022 – Bea Aguillar

De forma geral, espera-se que 2022 tenha muita volatilidade. Além de fatores internos, como eleições e juros e inflação e alta, há também o cenário de juros em alta nos EUA. Isso acaba afetando as bolsas do mundo todo, em especial de países emergentes, como o Brasil. Juros mais altos na principal economia do mundo provocam uma migração de recursos de países que carregam mais risco.

Para Bea, no longo prazo, o que de fato importa é o resultado das empresas. No entanto, a política influencia nos mercados, principalmente quando se fala de curto prazo.

“Provavelmente, continuaremos vendo uma inflação relativamente alta, mesmo que em patamares mais baixos do que os atuais. Por isso, o crescimento econômico esperado para 2022 é muito pequeno, próximo de zero”, avalia Bea.

Precificação das ações

Que teremos muita volatilidade em 2022, isso é inegável. Mas a dúvida é se o preço das ações já contempla essas oscilações. Em outras palavras, será que o mercado já precificou a volatilidade desse ano?

Na opinião de Bea, ainda é muito cedo para que o mercado consiga fazer uma precificação adequada das ações considerando o cenário brasileiro. Isso contribui para que a volatilidade se mantenha alta em anos de eleições.

Por outro lado, a alta dos juros nos EUA, para Bea, já está no preço das ações, pois houve uma sinalização clara do Fed na última reunião de 2021 em relação ao tema. “Se os juros subirem, as coisas complicam um pouco para o mercado de capitais, principalmente nos países emergentes e mais pobres. Isso porque o investidor começa a se perguntar: afinal, por que vou deixar meu dinheiro no Brasil se posso ter uma boa remuneração em países que oferecem menos risco?”

Leia também: O que é risco-país e por que ele é importante para os investimentos?

E quais as apostas de Bea para 2022?

Para Bea, mesmo quem gosta muito de renda variável, precisa tomar bastante cuidado em 2022, principalmente com ações de alto risco. Por isso, para esse ano, ela está olhando não para setores específicos. Em vez disso, aposta em empresas consolidadas, já há bastante tempo no mercado, que estão descontadas e podem trazer bons dividendos aos investidores.

Para a analista, pensar em ações mais defensivas é uma boa estratégia em anos como 2022, que prometem muitos altos e baixos. Isso porque empresas com bons fundamentos e bons negócios têm muito mais chances de atravessar turbulências com mais tranquilidade.

Assista ao vídeo abaixo, e descubra quais são as ações queridinhas da Bea Aguillar para 2022! 

Gostou do vídeo, Yubber? Acompanhe nossas redes e fique por dentro dos principais assuntos sobre o mercado financeiro! 

Instagram: @yubbinvestimentos / Youtube: Yubb / Telegram > Clique aqui para entrar no grupo