Quais são os melhores investimentos para curto e longo prazo?

0
79
melhores investimentos para curto e longo prazo

Na hora de escolher um investimento, qual é o prazo que você escolhe? 2 mês? 2 anos? 20 anos? Tudo vai depender da sua situação financeira! Muitas pessoas ficam em dúvida sobre isso e não sabem como escolher as aplicações de acordo com o período. Afinal, quais são os melhores investimentos para curto e longo prazo?

“Ué, é só definir quanto tempo eu quero deixar aquele dinheiro investido e encontrar uma opção que tenha esse prazo!”. Parece muito simples, né? Mas, infelizmente, é um pouquinho mais complexo que isso. Para definir o melhor investimento para determinado período, é preciso analisar seus objetivos e quais características das aplicações são atraentes para aquele prazo.

Pode ficar tranquilo! No post de hoje, vou te ajudar com isso! Separei três opções de investimento para curto prazo e três para longo prazo. Quer saber quais são? Dá uma olhadinha no infográfico abaixo e continue lendo o post:

os melhores investimentos de curto e longo prazo

Quais são os seus objetivos?

Para definir os melhores investimentos para curto e longo prazo, você precisa saber quais são seus objetivos. Viajar? Fazer um intercâmbio? Comprar um imóvel? Juntar para os filhos? Ter uma aposentadoria tranquilo? Determine quais são as suas metas e de quanto tempo você precisará para concluí-las. A partir disso, você descobre se os seus investimentos precisam ser para o curto prazo ou para o longo prazo.

Opções para curto prazo

Investimentos de curto prazo são aqueles que possuem prazo de vencimento de 30 dias até 2 anos. Para quem está interessado em aplicações para esse período, as melhores opções estão entre os investimentos mais conservadores. Como você vai precisar daquele dinheiro em pouco tempo, é melhor optar por mais segurança. Dá uma olhadinha nessas três opções:

1. CDB

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é o queridinho dos brasileiros (e com razão!). Existem CDBs para todos os gostos: a partir de R$ 1,00, com liquidez diária, com prazos curtos, emitidos por bancos pequenos… É muita diversidade! É uma ótima opção para o curto prazo porque é garantido pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC) e alcança boas rentabilidades.

2. LCI/LCA

A Letra de Crédito Imobiliária (LCI) e a Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) são títulos bem parecidos. Ambas também são garantidas pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC) e possuem prazos de vencimento curtos: a partir de 3 meses. É uma ótima opção para quem quer fugir da tributação já que esses investimentos são isentos da cobrança de Imposto de Renda.

3. Tesouro SELIC

Por mais que os prazos de vencimento sejam bem longos, o Tesouro SELIC é uma ótima opção a curto prazo porque você pode resgatar o dinheiro antes do prazo estipulado (liquidez diária). Na teoria, todos os títulos do Tesouro Direto possuem liquidez diária. Na prática, só no Tesouro SELIC você não corre risco de perder dinheiro de acordo com as taxas diárias. Para quem quer estar sempre acima da taxa de juros (SELIC), é a sua chance!

Opções para longo prazo

Investimentos de longo prazo são aqueles que possuem prazo de vencimento a partir de 5 anos. Para quem está interessado em aplicações para esse período, as melhores opções estão entre os investimentos mais arriscados. Como você só vai precisar do dinheiro daqui a muito tempo, é melhor optar por rentabilidades mais altas. Confira as opções:

a) Renda variável

Renda variável é um grupo mais arriscado que engloba: ações da bolsa de valores, câmbio, COE, criptomoedas, robôs de investimento, etc. Como são investimentos mais voláteis, podem trazer uma rentabilidade maior com as oscilações do mercado durante os anos e, por isso, são boas opções para longo prazo. Dica: aprecie com moderação! Não vale colocar todo o seu patrimônio em renda variável já que você pode correr o risco de perder dinheiro.

b) Fundos de investimento

Os fundos de investimento são um serviço e não um produto. Como é o gestor quem vai “cuidar” do seu dinheiro, no longo prazo, ele terá mais tempo para aproveitar as oscilações do mercado e obter uma maior rentabilidade. Fundos de ações, fundos imobiliários e fundos multimercado podem ser uma boa oportunidade.

c) Tesouro IPCA

Se você é mais conservador e tem pouco apetite a risco, a melhor opção a longo prazo é o Tesouro IPCA. Como é um investimento do governo, é super seguro! Os prazos de vencimento costumam ser bem longos e, como a rentabilidade está atrelada ao IPCA, você sempre terá o rendimento acima da inflação (isso é algo que muitos investidores buscam no longo prazo!).

Qual é o melhor?

É melhor investir a curto prazo ou a longo prazo? E se eu te disser que a resposta é “Em ambos”? Não é preciso se apegar a um único objetivo financeiro para investir o seu dinheiro. Você pode escolher um objetivo de curto prazo (viajar nas próximas férias), um de médio prazo (comprar um apartamento) e um de longo prazo (ter uma aposentadoria tranquila), por exemplo.

Na hora de montar a sua carteira de investimentos, você terá diferentes tipos de aplicações que se encaixam nesses diferentes prazos e, aos poucos, você irá realizando todos esses sonhos. O importante é escolher os melhores investimentos para curto e longo prazo, e não só um deles.

Dica: tenha paciência! O brasileiro tem o hábito de ser muito imediatista e esquecer dos objetivos de longo prazo. Crie a sua reserva de emergência e faça um planejamento para também pensar em um futuro mais distante. Afinal, os investimentos de longo prazo são aqueles que vão te trazer mais dinheiro, já que, quanto mais tempo passa, mais os juros “trabalham” por você.

 

Agora, conta para mim! Quais são os seus objetivos de curto e longo prazo? Está organizando os investimentos para concretizá-los? Deixe aqui embaixo nos comentários!