Margem de Garantia: o que é e como funciona?

0
21
o que é margem de garantia?

Uma dúvida bastante comum entre as pessoas que estão procurando saber mais sobre  ativos de renda variável é: qual é a funcionalidade da margem de garantia? Esta medida utiliza certos investimentos em renda fixa e pode aumentar as chances de sucesso em algumas operações. Portanto, se você deseja entender melhor sobre a margem, continue lendo nosso artigo.

o que é margem de garantia?

O que é margem de garantia?

Muito conhecida na Bolsa de Valores e no Mercado Futuro, a margem de garantia equivale à quantia de dinheiro (ou ativos) do investidor que é utilizada para garantir posição em “aberto” para uma nova operação. Portanto, o investidor não precisa ter todo o capital para aplicar em um certo ativo, mas, sim, uma margem depositada.

O valor utilizado na margem pode variar conforme o tipo de investimento escolhido, por exemplo. Mesmo que a operação seja realizada para um contrato futuro de café, ou para as ações da Ambev, é interessante que você preste atenção nos 3 fatores que determinam a variação da margem:

  • O investimento escolhido
  • Regras e exigências da corretora de valores
  • O prazo do investimento

A princípio, isto pode parecer complicado, mas com ajuda de especialistas da sua instituição financeira e um melhor conhecimento sobre o mercado financeiro, a utilização da margem de garantia pode aumentar suas chances de sucesso em certas aplicações.

Margem de garantia e alavancagem

A margem de garantia possui uma grande vantagem: operar alavancado. Ou seja, é possível investir valores maiores do que você possui.

Para entender melhor, suponha que você resolveu investir em um lote de ações da PETR4 que valem R$ 60 mil. Neste exemplo, vamos considerar que será realizado uma operação de day trade e você precisa ter 10% do valor como margem de garantia. Isto é, você precisa ter disponível em sua conta na corretora R$ 6 mil, em dinheiro ou ativos.

Se, no final da operação, o ativo tenha conseguido uma valorização de 2%, então você vai ter um lucro de R$ 1.200. O mesmo aconteceria se o ativo tivesse uma desvalorização em 2%, você teria uma perda de R$ 1.200. Então, para cobrir o prejuízo seria descontado esta perda nos R$ 6 mil reais.

É preciso entender que a alavancagem aumenta as chances de sucesso, mas também oferece mais riscos. Por isso, é interessante que você aprenda a controlar os riscos de seus investimentos.

Antes de começar a investir alavancado, é interessante que você tenha um bom conhecimento sobre o mercado financeiro. Para facilitar, a Toro Investimentos disponibiliza um curso online gratuito sobre renda fixa e renda variável. Com isso, ficará muito mais fácil entender e investir dinheiro em diversas aplicações.

O que pode ser utilizado como margem de garantia?

Quando o investidor precisa utilizar a margem numa aplicação da Bolsa, a corretora fica responsável por reter a quantia durante o tempo da operação. O interessante é que este valor não precisa ser necessariamente em dinheiro. É possível utilizar alguns investimentos em renda fixa, como títulos do Tesouro Direto e/ou CDBs.

Dependendo da instituição, LCIs, LCAs e LCs também podem ser utilizados como margem de garantia. Portanto, verifique antes de realizar a operação se esses investimentos são aceitos como garantia.

A grande vantagem de utilizar ativos como margem de garantia é o  fato de ele render duas vezes. Isto é, além da remuneração esperada do investimento, você pode rentabilizar em outros investimentos em renda fixa ou variável.

Saiba como funciona a margem de garantia

A margem pode ser executada pela Bolsa de Valores quando o investidor fica com saldo negativo em conta.  Este procedimento é necessário para o mercado não ficar prejudicado e os investidores conseguirem arcar com as suas obrigações.

Veja de forma mais detalhada como funciona a execução de margem:

  • Caso você esteja com saldo negativo em conta, é obrigatório que deposite os recursos no mesmo dia para zerar o saldo.
  • O depósito precisa ser feito preferencialmente até as 12h, porque, entre as 15h e 16h, a B3 verifica se os valores estão conforme às posições dos investimentos.
  • Se a B3 identifica que um investidor não possui recursos suficientes realizou investimento, a posição será zerada no preço de mercado.
  • Com a posição zerada do investidor inadimplente, ocorrerá o desbloqueio do valor da margem, disponibilizando para o ajuste diário negativo.

A margem de garantia é uma medida que garante o andamento das operações realizadas pelos investidores. Se você está com contas em dia, as suas posições serão mantidas e continuará investindo sem prejuízos.

Mas, além de entender que é possível utilizar a margem de garantia em sua estratégia de investimento, é importante que você conheça o desempenho dos investimentos que você aplica (ou tem interesse de aplicar), já que este conhecimento contribui para um resultado positivo.

É interessante lembrar que a margem de garantia e as operações alavancadas são medidas interessantes mas que oferecem riscos. Utilizando-as com um bom planejamento, podem ser ferramentas que vão te ajudar bastante.

Portanto, antes de realizar qualquer operação na sua corretora de valores, verifique se os ativos escolhidos combinam com a sua estratégia e o seu perfil de investidor. Caso o contrário, você pode realizar péssimas escolhas que podem prejudicar a sua carteira de investimentos.

 

Entendeu como funciona a Margem de Garantia? Está pensando em usá-la como ferramenta nos seus investimentos? Deixe um comentário!

 

Toro Investimentos

Esse conteúdo foi escrito pela equipe da Toro Investimentos. A Toro é a primeira fintech do Brasil a lançar sua própria corretora de valores. Tem o objetivo de oferecer uma experiência digital de investimentos simples, prática e acessível.

 

As opiniões expostas neste artigo são baseadas na visão do autor e não necessariamente refletem o entendimento do Yubb.