doctor to prescribe albenza https://canadianonpharmacy.com
Inicio Parcerias Onde investir 1000 reais? 4 ideias para o seu dinheiro render mais

Onde investir 1000 reais? 4 ideias para o seu dinheiro render mais

onde investir 1000 reais

Pensando em como investir seu dinheiro e ter um rendimento melhor que o da poupança? Chegou ao lugar certo! A partir de agora, você vai ver algumas ideias para fazer suas economias renderem mais, ainda que seja uma quantia pequena. Neste post, vamos mostrar para você onde investir 1000 reais.

Os primeiros passos antes de escolher qualquer aplicação financeira são: entender qual é o seu perfil de investidor e qual é o seu objetivo ao investir determinado valor. Assim, fica muito mais fácil escolher qual aplicação financeira atende melhor às suas necessidades. Vamos ver a seguir como definir cada um desses pontos.

onde investir 1000 reais

Entenda o seu perfil de investidor

O perfil de investidor é a variável mais importante na hora de escolher uma aplicação financeira, pois ele é quem determina qual será o nível de risco desse investimento. De forma simples, significa o quanto uma pessoa toleraria perder para alcançar determinado rendimento.

Existem, é claro, aplicações que oferecem a mesma segurança que a poupança e que rendem mais., mas há também investimentos que permitem rentabilidade ainda maior e que, por sua vez, são mais arriscados.

Ao pensar no seu perfil, cabe a você fazer a reflexão: até que ponto você toleraria ver um gráfico negativo dos seus rendimentos? Não que isso vá acontecer na prática. Mas, sim, é um cenário possível em aplicações de risco mais alto.

A partir dessa reflexão, o seu perfil de investidor poderá se encaixar em uma das três definições abaixo:

  • perfil conservador: investe para manter e rentabilizar seu patrimônio com o maior grau de segurança possível;
  • perfil moderado: tende a ser aquele que já alcançou a estabilidade financeira e está formando seu patrimônio, mas deseja obter rendimentos satisfatórios para continuar elevando seu padrão de vida; está disposto a correr um pouco mais de risco;
  • perfil arrojado: considera importante atingir um rendimento médio superior no longo prazo e entende que perdas ao longo do caminho podem ser recuperadas depois.

O perfil de investidor não é algo estático. Ele muda ao longo da vida e pode ser até que uma pessoa seja mais conservadora em um objetivo e mais agressiva em outro. Aliás, objetivo é outra variável muito importante para escolher os seus investimentos.

Como definir objetivos financeiros

Cada pessoa tem metas bastante particulares, assim como o seu próprio contexto financeiro. Dessa forma, não existe certo e errado na hora de definir objetivos ao investir.

Porém, ter um objetivo financeiro bem definido facilita muito na hora de saber onde aplicar seu dinheiro. Afinal, é muito mais fácil encontrar o caminho para um local específico do que para um lugar genérico, não é mesmo?

Assim, pense no que importa para você: uma casa em um bairro nobre da cidade, um carro importado, um intercâmbio na Europa, férias na ilha de Bora-Bora? Seja específico, isso vai ajudar a saber de quanto dinheiro você precisa para alcançar a sua meta.

Pense também no prazo em que você pretende realizar o seu objetivo. Se você escolher uma casa que custa R$ 500 mil, por exemplo, será possível ter uma ideia de quanto tempo você vai levar para alcançar esse valor a partir da quantia que você consegue poupar todo mês.

Daí, basta ajustar essa quantia para chegar ao montante necessário para a compra do imóvel no tempo mais confortável para você. Só lembrando: a primeira alternativa de muitas pessoas é financiar um imóvel. Mas se você não precisa se mudar hoje, que tal pensar diferente? Já imaginou investir para comprar à vista e ainda ficar com o troco?

Dependendo do seu perfil de risco e do quanto você consegue poupar para o seu objetivo financeiro, o prazo para realizá-lo pode diminuir ou aumentar. Assim, existem os objetivos de curto prazo (para serem realizados em menos de um ano), os de médio prazo (entre um e cinco anos), e os de longo prazo (acima de cinco anos). Novamente, a definição desse prazo depende exclusivamente do que você pretende alcançar.


Onde investir 1000 reais: veja 4 opções

Não é preciso ter muito dinheiro para começar a investir. Na maioria das vezes, o que você precisa mesmo é dar o primeiro passo. Os demais ficam muito mais fáceis quando você já sabe como funciona o processo. Vamos às opções para quem tem R$ 1 mil para investir hoje!

1. Tesouro Direto

O Tesouro Direto é uma plataforma do governo federal para ofertar títulos públicos às pessoas. As aplicações oferecem boa rentabilidade e segurança e estão disponíveis para tem a partir de R$ 30 para investir.

Há títulos do Tesouro Direto disponíveis para todos os perfis de investidor e para objetivos de curto e de longo prazos. São eles:

  • Tesouro SELIC: é ideal para quem quer fazer uma reserva de emergência ou pretende resgatar o dinheiro no curto prazo;
  • Tesouro prefixado: Estabelece a remuneração no momento da compra. É interessante para objetivos de longo prazo e para quem sabe exatamente de quanto dinheiro vai precisar no momento do resgate;
  • Tesouro IPCA+: título que combina uma rentabilidade prefixada com a inflação do período da aplicação. É ideal para objetivos de longo prazo.

2. CDB, LCI e LCA (títulos de crédito privado)

Existem CDBs, LCIs e LCAs que oferecem a possibilidade de investir com R$ 1 mil, dependendo do banco emissor desse título. A remuneração desses títulos pode ser:

  • prefixada: uma taxa determinada no momento da aplicação;
  • pós-fixada: atrelada a algum indicador do mercado, geralmente à SELIC (taxa básica de juros).

Ao investir nesses títulos, vale a pena comparar a rentabilidade oferecida com a de outros títulos de diferentes emissores. Isso porque geralmente os bancos médios oferecem rentabilidade maior que a dos grandes bancos.

As LCIs e LCAs, por exemplo, podem ser encontradas nos grandes bancos a uma taxa na casa dos 80% do CDI. Nos bancos menores, essa taxa fica na faixa dos 90% do CDI. A diferença pode parecer pequena, mas quanto maior for o valor aplicado e o prazo do investimento, maior é a diferença.

3. Fundo de investimento

Os fundos de investimento são, na verdade, veículos que permitem acesso a outras aplicações financeiras, aos quais um investidor com menos dinheiro não teria acesso por conta própria.

Existem mais de 18 mil fundos de investimento no Brasil e cada um atende a um público diferente. Por isso, antes de investir, vale a pena estudar a política de cada fundo e os diferenciais que eles oferecem.  

Justamente por serem um mix de aplicações financeiras, fica mais difícil comparar a rentabilidade de diferentes fundos. O mais importante, novamente, é investir de acordo com o seu perfil e os seus objetivos. Vale reforçar que geralmente os fundos de grandes bancos têm as taxas mais caras e oferecem menos vantagens para quem está investindo.

4. Robô de investimento

Um robô de investimento é uma empresa que faz o serviço de uma gestora de investimentos que ajuda você a fazer os melhores investimentos para o seu perfil e para os seus objetivos.

Diante de tanta complexidade no mercado financeiro, a missão do robô é ajudar as pessoas a investir no que importa. Nós, da Magnetis, fazemos esse serviço. Montamos carteiras automatizadas para nossos clientes por meio de um modelo pioneiro no Brasil conhecido como robô advisor.

A partir de uma análise online do seu perfil de investidor e dos seus objetivos, criamos uma carteira diversificada para você ter acesso aos melhores produtos do mercado financeiro.

Além disso, monitoramos sua carteira constante para certificar que ele esteja sempre adequada ao seu perfil e no rumo dos seus objetivos. Assim, basta uma aplicação mínima de R$ 1 mil para investir como quem tem uma grande fortuna!

 

Tem mais alguma dúvida sobre onde investir 1000 reais? Deixe aqui nos comentários!

 

Luciano Tavares

Luciano Tavares é fundador e CEO da Magnetis. Administrador de carteiras credenciado pela CVM e planejador financeiro CFP ®, tem mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro.

 

As opiniões expostas neste artigo são baseadas na visão do autor e não necessariamente refletem o entendimento do Yubb.

http://