Por que é tão baixo o número de mulheres investidoras?

0
21
Por que existem poucas mulheres investidoras?

Você sabia que, entre todas as pessoas que realizam investimentos no Brasil, só 25% são mulheres? Sim, você leu certo: 75% são homens! Mas por que o número de mulheres investidoras é tão baixo?

No país, não existe a cultura de a mulher cuidar do seu dinheiro, muito menos de investir. Existem diversas questões históricas que explicam esse fato e até mesmo questões estruturais em nossa sociedade. Só faz 50 anos que a mulher ganha o seu próprio dinheiro e, mesmo atualmente, ela ganha 28% a menos que o homem (desempenhando as mesmas funções!).

Com pouco conhecimento, menos tempo e dinheiro que o homem e uma história cheia de desigualdade, fica difícil para elas se sentirem à vontade no mundo dos investimentos e se tornarem mulheres investidoras.

Hoje, os “investimentos” mais utilizados pelas mulheres são: poupança, previdência privada e imóveis. Ou seja, muito conservadores. Chegou a hora de as mulheres perderem o medo e investirem em aplicações um pouco mais arrojadas.

Para descobrir como reverter essa situação, a gente esteve com Carolina Ruhman Sandler, do Finanças Femininas. O Finanças Femininas é um projeto e empoderamento feminino através da educação financeira que quer formar mulheres investidoras. A Carol abriu o jogo com a gente e, é claro, está tudo gravado para você. Dá o play!

Curtiu o conteúdo? Inscreva-se no canal, deixe seu like e ative as notificações para ficar por dentro de tudo.

Entendeu porque existem tão poucas mulheres investidoras? Vamos reverter juntos esse quadro? Deixe sua sugestão aqui nos comentários =)