Renda fixa ou fundo de investimento: qual é a diferença?

0
55
renda fixa ou fundo de investimento?

Os investimentos são divididos em três grandes grupos: renda fixa, renda variável e fundos de investimento. Cada um tem a sua característica e é indicado para um tipo de investidor. Na hora de escolher, qual é o melhor: renda fixa ou fundo de investimento? E, mais ainda, qual é a diferença entre os dois?

Ao aplicar seu dinheiro em renda fixa, o investidor está emprestando aquela quantia para uma instituição financeira (produtos privados) ou para o governo (títulos públicos). Em troca desse empréstimo, ele recebe uma remuneração que é o rendimento. Ou seja, você sabe qual será a rentabilidade e o prazo do investimento logo no primeiro momento.

Já nos fundos, a situação é outra. É um “investimento coletivo” em que os investidores compram cotas e recebem o rendimento de acordo com a política daquele fundo. O seu dinheiro vai para onde a equipe do fundo decido e isso significa que você não sabe qual será a rentabilidade.

Como a renda fixa é garantida pelo Tesouro Nacional ou pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC), o importante é analisar o emissor, a rentabilidade e o prazo. No caso dos fundos, é bom analisar o gestor do fundo, o histórico de rentabilidade, as taxas cobradas e ver se aquele fundo é adequado para o seu perfil.

A gente esteve na distribuidora Órama, no Rio de Janeiro, para conversar sobre o assunto com Sandra Blanco, consultora de investimentos. Quer ver tudo que ela explicou? É só dar play!

O vídeo ficou muito legal, né? Não se esqueça de compartilhar com os seus amigos, se inscrever no canal do Yubb e ativar as notificações do YouTube para não perder nada!

 

E aí, vai investir em renda fixa ou fundo de investimento? Deixe aqui embaixo nos comentários =)