Oi (OIBR3 e OIBR4): como foi o resultado do 3T20?

66

A Oi é uma das principais empresas de telefonia do Brasil e atualmente passa por um processo de recuperação judicial. No começo de novembro, a companhia apresentou seu relatório financeiro do terceiro trimestre de 2020 e alguns números já mostram sinais de melhora diante dos resultados anteriores.

Pra quem não sabe, o Yubb tem feito uma série de reportagens e vídeos sobre os principais relatórios financeiros publicados sobre o 3º trimestre das principais instituições que têm capital na bolsa. Os vídeos e textos estão disponíveis aqui no blog e também no nosso canal do youtube (clique aqui).

Mas será que ainda vale a pena investir na Oi? Uma das formas de responder essa pergunta é estudar bem os resultados da empresa. Com isso, você pode tomar melhor suas decisões. Ao final desse post, você pode formar uma resposta para essa pergunta.

Na bolsa de valores, as ações da Oi são negociadas com os tickers OIBR3 e OIBR4. No início do ano, uma delas valia R$ 0,86 e hoje esse mesmo ativo acumula valorização de 108%, custando R$ 1,79. 

No entanto, vale lembrar, que a empresa ainda passa por um processo de recuperação judicial e sua receita ainda apresenta números negativos. Ou seja, não podemos analisar ações somente pelo preço que valem.

O prejuízo da Oi nesse último trimestre foi de R$ 255 milhões. Mas o valor é menor que o do segundo trimestre de 2020 (R$ 366) e que o mesmo período do ano passado, quando a baixa foi de R$ 3.199 milhões. 

Um dos pontos fortes para essa recuperação foi o aumento de 3,5% trimestral na receita da empresa e aumento da abrangência de serviços residenciais.

O documento deixa bem claro que esse será o novo foco dos investimentos nos próximos anos. Para isso, quer se consolidar como principal companhia de telefonia com o uso de fibra óptica no Brasil.

Os números apontam para esse caminho: em um ano, houve um crescimento expressivo da receita de fibra óptica, que aumentou quase cinco vezes.

O planejamento ainda inclui um desmembramento da instituição entre a Nova Oi (focada nos serviços já existentes) e a InfraCo, que será uma companhia especializada em infraestrutura de telecomunicações no país.

A grande novidade é que esse novo formato vai permitir a prestação de serviço para a própria Oi e também para outras empresas que queiram essa tecnologia.

Para isso, a empresa tem um planejamento de atividades que envolve, além de muito investimento em fibra óptica, leilões e outras iniciativas para criação de receita – inclusive para o pagamento das dívidas.

Para saber mais sobre as ações da Oi, o Bernardo fizemos vídeo analisando todo relatório trimestral da empresa:

Gostou do vídeo, Yubber? Acompanhe nossas redes e fique por dentro dos principais assuntos sobre o mercado financeiro! 

Instagram: @yubbinvestimentos / Twitter: @yubb_invest / Youtube: Yubb / Telegram > Clique aqui para entrar no grupo