S&P 500 e Ibovespa: qual é o melhor?

55

De um lado, o mais antigo e mais importante índice de ações do mundo. De outro, o mais importante índice acionário do Brasil.

Estamos falando de S&P 500 e Ibovespa. É claro que o índice norte-americano é mais relevante, mas será que sempre vale mais a pena investir nele? Afinal, quando é melhor diversificar em ativos norte-americanos e investir no mercado nacional? Ou será melhor ter os dois na carteira?

É sobre isso que o Bernardo vai falar hoje, yubber. Portanto, se você também tem dúvidas sobre isso, continue a leitura para descobrir o que é melhor para os seus investimentos!

Afinal, qual o melhor índice: S&P 500 ou Ibovespa?

Antes de começarmos a falar sobre os índices, um spoiler: a forma mais simples e fácil que você tem de investir nos Estados Unidos é por meio da Avenue Securities, corretora parceira do Yubb. No vídeo abaixo, tem um link na descrição, no qual é só clicar para abrir a sua conta e receber os benefícios da parceria com o Yubb, certo?

Agora, vamos aos índices!

S&P 500

Quando falamos de S&P 500, estamos nos referindo a ações de cerca de 500 empresas mais relevantes e negociadas no mercado financeiro norte-americano, listadas na bolsa de Nova York. Trata-se de gigantes globais, dos mais diversos setores, porém com maior concentração no segmento de tecnologia.

Ibovespa

Como vimos, o Ibovespa é o índice mais importante da bolsa de valores brasileira, bastante concentrado nos segmentos bancário e de commodities (minério de ferro, celulose, petróleo, agronegócio, entre outras).

Atualmente, o índice contempla 91 ativos de 84 empresas em sua composição. Aqui já percebemos uma das grandes diferenças entre os dois índices: o S&P 500 é muito mais diversificado do que o Ibovespa. Um dos reflexos disso é que, em momentos de demanda crescente de commodities no mundo, o nosso índice é favorecido. Por outro lado, ele sente o reflexo negativo quando essa demanda desaquece.

E vale a pena ter os dois índices na carteira?

A resposta é óbvia: é claro que vale!

Como vimos, em momentos de alta de commodities, o Ibovespa acaba se beneficiando mais do que o S&P 500, que possui concentração na nova economia. Por outro lado, não é saudável ter uma carteira tão dependente de commodities e bancos, pois qualquer mexida nesses setores pode derrubar a bolsa brasileira e, consequentemente, os seus investimentos se estiverem concentrados somente na economia do país.

No vídeo abaixo, o Bernardo mostra detalhadamente a composição dos dois índices, bem como a evolução de cada um deles nos últimos anos. Para entender bem como esses índices respondem a diferentes momentos da economia e como isso afeta os seus investimentos, assista ao vídeo na íntegra, e deixe suas dúvidas ou comentários! 

Gostou do vídeo, Yubber? Acompanhe nossas redes e fique por dentro dos principais assuntos sobre o mercado financeiro! 

Instagram: @yubbinvestimentos / Youtube: Yubb / Telegram > Clique aqui para entrar no grupo