Taxas para investir em ações: descubra quais são e como fugir delas

108

Só de ouvir a palavra “taxas” já dá um arrepio na espinha? A gente te entende! O mundo dos investimentos possui muitas tributações e isso pode acabar assustando o investidor. E existem muitos custos e taxas para investir em ações. 

Corretagem, custódia, emolumentos, taxa de liquidação, taxa de negociação, imposto de renda… ufa! É taxa pra dar e vender. Mas será que você precisa pagar tudo isso na hora de investir em ações?

A resposta é… não (festa dos investidores!). Existem custos obrigatórios e custos não-obrigatórios quando se trata de investimentos em renda variável. 

A verdade é que apenas os tributos cobrados pela Bolsa de Valores (B3), são de fato obrigatórios, mas dos outros é possível escapar. Prevejo você pensando com uma cara de espanto “Mas pera aí, o imposto de renda não é obrigatório?”, pois é caro investidor ou cara investidora, é possível fugir do tão temido Imposto de Renda. 

Dá uma olhada nas taxas cobradas:

1. Taxa de corretagem: taxa que a corretora te cobra para fazer as operações. Pode ser um valor fixo ou um valor percentual;

2.Taxa de custódia: pode ser realizada por corretoras ou outras instituições; 

3. Emolumentos: são as cobranças que a B3 faz para operacionalizar todos seus investimentos;

3.1 Taxa de liquidação: quando o dinheiro sai da sua conta e vai para a conta de quem vendeu o ativo (0.0275%);

3.2 Taxa de negociação: cobrada quando você negocia a compra e venda de ações na bolsa (0.003%)

4. Imposto de Renda (I.R.);

4.1 Day trade: é cobrado 20% em cima do lucro que você teve na operação, no mesmo dia;

4.2 Swing trade: compra e vende em dias diferentes, e a tributação é de 15% sobre os lucros.

Quer saber quais são os tributos obrigatórios cobrados pela Bolsa e como fazer para fugir dos não-obrigatórios, incluindo o IR? A gente te conta! Dá o play no vídeo abaixo 🙂

O que achou do vídeo? Se gostou, não esqueça de se inscrever no canal do Yubb e ativar as notificações para não perder as novidades.

Gostou de saber mais sobre as taxas para investir em ações? Se tiver qualquer dúvida ou comentário, é só deixar aqui embaixo, nos comentários! 😉