Via Varejo (VVAR3): como foi o resultado do 2T21?

83

Neste conteúdo, o Bernardo vai falar sobre como foram os resultados do segundo trimestre de 2021 da Via Varejo (VVAR3), uma das mais importantes varejistas do Brasil.

A empresa está passando por um importante processo de turnaround (mudança de estratégias e de rumo), buscando crescimento e aumento da rentabilidade.

Algumas das marcas da Via Varejo são: Casas Bahia, BanQi, Extra, Bartira, ASAP, entre outras.

Para relembrar, o segundo trimestre de 2020 foi o pior período da pandemia para as empresas do setor varejista no Brasil. Isso porque foi marcado pelo início do isolamento social, o que pegou muitas empresas despreparadas para lidarem com a falta de clientes e queda das vendas.

A seguir, veja alguns destaques do balanço da Via Varejo exatamente um ano depois desse período complicado:

– GMV Bruto de R$ 11,4 bilhões no 2T21, crescimento de 51% na comparação com o 2T20, com 65% de participação das vendas digitais.

– Lucro líquido de R$ 132 milhões, o dobro do mesmo período do ano passado. Pelo sexto trimestre consecutivo a empresa apresenta resultado líquido positivo.

– Margem Ebitda de 6,2%, estável em relação ao mesmo período de 2020.

– Ebitda ajustado de R$ 485 milhões no 2T21 e R$ 1 bilhão no acumulado do primeiro semestre.

– Receita líquida de R$ 7,8 bilhões, aumento de 49,2% face o 1T20.

Agora, confira algumas mensagens da administração sobre o desempenho da companhia no período:

– A Via Varejo comenta que quando a nova gestão assumiu, há dois anos, as principais dúvidas do mercado eram sobre a capacidade de realizar uma grande virada na situação da companhia. Segundo o relatório, atualmente a empresa cresce mais do que a média do mercado.

– No 2T21, houve um incremento de R$ 4 bilhões de GMV em relação ao mesmo período do ano passado. Cerca de 65% desse GMV vieram das vendas digitais, totalizando aproximadamente R$ 7,5 bilhões, uma alta de 35,7% no comparativo anual.

– A empresa ainda declara que, com o avanço da vacinação e reabertura das lojas, a omnicanalidade (integração entre canais físicos e digitais de vendas) será acelerada.

– Abertura de lojas: a projeção é de 120 até o final de 2021. No primeiro semestre, foram inauguradas 19 unidades.

– Vendas digitais: o App (vendas pelo celular) foi a modalidade que mais cresceu no 2T21 em relação ao mesmo período de 2020. No último trimestre, as vendas pelo aplicativo corresponderam a 50% do total das vendas digitais. No 1T20, o percentual era de 25%.

Esses foram alguns spoilers sobre os números da Via Varejo. Clique no link abaixo, e confira a apresentação e análise completa que o Bernardo fez da companhia! 

Gostou do vídeo, Yubber? Acompanhe nossas redes e fique por dentro dos principais assuntos sobre o mercado financeiro! 

Instagram: @yubbinvestimentos / Twitter: @yubb_invest / Youtube: Yubb / Telegram > Clique aqui para entrar no grupo